Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2008

Retrospectiva 2008

Como já não vão haver mais pedaladas este ano, nada como terminar com uma retrospectiva daquilo que foi o meu ano!!!

Ainda não estão todas as fotos que queria, mas a seu tempo actualizo...

Fecho o ano com 2313,34kms, a maioria feita no primeiro semestre deste ano, muitas aventuras, muitos risos, muitos empenos, mas valeu mais do que a pena!!! Foi um ano fantástico!!!

Desejo a todos um fantástico 2009, cheio de pedaladas ou de qualquer outra coisa que vos dê igual prazer!!!


http://picasaweb.google.com/anasoraiagomes/ASG_BTT_2008?authkey=rPaaFyp6fOo&feat=directlink

Passeio de Natal com os Maníacos

Já não me juntava aos Maníacos para uma pedalada há alguns meses e nada melhor do que o passeio de Natal na manhã seguinte ao jantar de Natal (no restaurante Novo Edmundo na Pontinha)!

A rota já estava estabelecida há algum tempo: Vila Nova da Rainha!

Lá nos encontrámos, por volta das 8h30, num cafézinho dentro da localidade, algumas caras que já não via há algum tempo e várias caras novas com quem ainda não tinha pedalado.

Começámos a pedalar com muito frio, mas o primeiro trecho não tinha dificuldade, era sempre a direito, pelo que deu perfeitamente para aquecer o corpo, só os dedos dos pés e das mãos demoraram mais tempo a ficarem quentinhos!

Eu hoje tinha ainda algo com que me entreter durante o percurso... Como o meu travão traseiro avariou, o Valério emprestou-me os travões dele e as manetes gripshift (uma vez que as minhas SRAM têm integração com os travões), para que eu pudesse pedalar hoje... um muito muito obrigado... o problema, dizia ele, era eu ficar viciada :) Reconheço …

BinaClinica

Abriu uma nova oficina de mecânica para bikes, chama-se BinaClínica e é baseada num novo conceito!

Fui a primeira cliente :)

Desejo muito boa sorte ao Valério neste projecto, por isso, já sabem se precisarem de um bom mecânico para mimar a vossa bike:



Trilhos e courelas

O João desafiou-me a acompanhá-lo a seguir um track que lhe arranjou um amigo. Era o track do passeio “trilhos e courelas” de 2007 a.k.a. Maratona de Vendas Novas.

Lá fomos nós contentes da vida, direitos a Vendas Novas… Já não começámos cedo porque tínhamos tido um jantar prolongado no dia anterior, já passavam das 10h quando nos fizemos à estrada, mas reinava a boa disposição!

Mas assim que saímos do alcatrão, o primeiro sinal que a coisa não ia ser fácil… lama por todo o lado… e foi assunto para o caminho inteiro, mais ou menos barrenta, mais ou menos escorregadia, mais ou menos seca mais ou menos bloqueadora das rodas…
Além da lama, os portões… Sei lá quantos portões abrimos e fechámos e quantos tivemos de saltar por não os conseguirmos abrir!

Que mais? Gado: ora mémés (tivemos um cordeirinho irrequieto que nos seguiu durante um pedaço sem nos querer largar, o pior é que a mãe tb vinha atrás – dá-lhe gás);-), ora Vacas e Bois e respectivos resíduos orgânicos (e o tal do pânico po…

Abriu a época das chuvas

Este sábado era impreterível pedalar…. Porquê? Óbvio, porque gosto!!! Ok… Na realidade, há mais uma ou outra boa razão! :P Primeira, esta era semana sim – desde o interregno tenho pedalado semana sim, semana não, não porque queira, mas simplesmente porque acontece – e segunda, tinha urgência em estrear o meu GPS novo (sim o Pai Natal já passou por minha casa)!!!

Mesmo com a promessa de chuva, nada me demoveu em ir para Sintra, lá estava no sítio do costume à hora combinada. Comecei a pedalar com o Jorge e o Melo, e mais tarde o João e o Miguel juntaram-se porque se tinham atrasado. Da Malveira descemos à barragem da Mula e subimos pela estrada dos jipes, no meio dessa interminável subida, começou a cair uma carga de água que me fez pensar para os meus botões «O que é que eu estou aqui a fazer? Mas porque é que me meto nestas coisas?», mas foi só resultado da frustração de levar com a chuva e a subida nunca mais acabar!

Como a chuva não parava ficámos na dúvida se fariamos apenas mais …

Mais um capítulo em Sintra...

Este capítulo inicia-se como sempre na Panisol, por volta das 8h30, depois deixamos o carro no largo do chafariz na Malveira! Somos eu, o Jorge, o Miguel, o João, o Sérgio e o Amaral. Ainda se juntaram mais 2 que chegaram quando iamos arrancar, conhecidos do Jorge, mas como nunca cheguei à frente, nunca cheguei a falar com eles :-P

Como já seria de esperar, com um grupo quase exclusivamente masculino, desatou tudo numa correria no início, e eu que gosto de inícios suaves, lá tentei acompanhar “de longe” o passo deles e fui andando, claro que com 3,5kms de percurso me sentia exausta, mas porque tinha estado a puxar sem aquecer…. Mas lá fui aquecendo, subindo devagar até à Pedra Amarela! Entrei entretanto em velocidade cruzeiro, baixinha, porque era quase sempre a subir, mas confortável qb para não me queimar toda e poder manter-me sempre a pedalar; pois como eu já o sabia, numa volta com o Jorge, subir é sempre a nota dominante…

Não posso deixar de referir que a visibilidade estava ex…

Maratona Festival Bike

Pois é, hoje era dia de rumar a Santarém... embora um pouquinho nervosa por estar sem kms nas pernas há já algum tempo, não me pude negar ao desafio Pink Power lançado pela ciclovias.com/somafre!

As Pink Pedalantes (falta a Rute Moreno que não pedalou) - imagem montada pela Verita!
Ia fazer os 40kms propostos ao meu ritmo, com calma, mesmo quando o gráfico de altimetria me dava arrepios na espinha.... até parecia que não iam haver zonas rolantes, mas afinal até houve! ;-)


Os 860m de acumulado faziam prever que não iria ser pêra doce
Encontrámo-nos já dentro do CNEMA, antes de entrar no Controlo 0, já quando quase toda a gente estava a postos... Ficámos no finzinho para nos resguardarmos da confusão do início e podermos ir na calma!

Deu ainda para tirarmos uma fotozita antes da partida e tudo ;-)



Deu-se a partida, creio que sem grandes atrasos, mas dada a nossa posição previlegiada, só passámos a zona da partida 6 minutos depois dos primeiros terem arrancado... acho que pelos metros a mais q…

A balda...

Pois, no último e segundo treino para Santarém tinha combinado um treino em Monsanto com a naani para domingo de manhã...

Como sábado o dia não tinha corrido nada bem em termos gástricos, domingo acordo toda feita para ir pedalar e senti ainda dores abdominais, pelo que acabei por ficar em casa a descansar, com muita pena minha.... perdi o regresso do Aurélio aos trilhos depois da lesão!

Para compensar a falta de treino e animar a malta para sábado, logo na segunda-feira recebo na caixa do correio a bela da jersey com que irei percorrer os trilhos da Maratona Festival Bike, a jersey cor-de-rosinha da ciclovias.com/somafre:


(agora só faltava um kit de pernas igual à das meninas da equipa oficial)

Hajam pernas no sábado... ;-)

E p'ra começar q tal Sintra???

Pois é verdade, 3 meses sem pedalar apenas com uma volta de alcatrão na semana passada e onde é que vou pedalar no pó a primeira vez????

SINTRA!!! É logo assim a abusar... :-)

Fui com o Jorge, o Zé Melo e o João, eu já sabia que isto ia dar num grande empeno, mas decidi não me poupar, já que a Maratona Festival Bike está à porta e este ano será mais exigente que nos anos anteriores, e o treino é mínimo... :-(

Como normalmente, começamos do Largo do Chafarriz na Malveira da Serra, entrámos no trilho pelo sítio do costume, apenas mudou após a passagem do portão, em vez de subirmos em direcção aos Capuchos, descemos até à Barragem do Rio da Mula, claro que eu vi logo que ia sofrer na pele esta descida.... Ah pois é, apanhámos um trilho que começa mesmo nas margens da barragem e vai sempre subindo com umas inclinações bem jeitosas, o que vale é que a subida é por patamares, até desembocar quase no cimo do estradão que sobe tb da barragem até aos 4 caminhos. (Nesta altura um pau que tinha …

O tal do tornozelo...

Quase 3 meses depois, após fisioterapia e com 3kg a mais, ontem o fisiatra disse que tinha alta!

Alta? - perguntei eu - mas ainda me dói...
Agora é dar carga - disse ele
Ah então tudo bem... - respondi

Pois é, afinal o senhor até gozou com o facto de me terem dito na terapia para não fazer qualquer tipo de actividade física e que posso voltar a andar de bike sem restrições e até voltar a correr, se bem que é normal sentir desconforto e até que o tornozelo inche e tenha de colocar gelo!

Anda uma gaja a engordar por falta de exercício, com os músculos a encarquilhar e afinal até podia ter estado todo este tempo na ginástica... então tá bem!

Cá para mim, acho que a CUFAlvalade lança um sinal qualquer para que, desde o ano passado e todos os anos a partir daí, tenha de lá ir fazer uma fisioterapiazinha, assim só para desenjoar... É que dia 15 de Agosto fez um ano que parti a «cabeça do rádio» e fiquei a funcionar mal durante uns mesitos!!!

Portantos, tou de volta, não para o btt, por agor…

Reviver as 24h Monsanto

Não, este post não é puro revivalismo, também não é saudosismo, nem tão pouco nostalgia....

O que é facto é que eu me deitei tarde no sábado e só me levantei às 9h no domingo, por isso a volta tinha de ser curta e pertinho de casa, assim como que uma voltinha higiénica, só para desentorpecer os músculos...

Quem vai seguindo as minhas aventuras já percebeu que eu como guia sou perto da nulidade, até reconheço os trilhos quando lá estou, mas não me peçam para organizar de cabeça um percurso porque não vale a pena!

Por isso mesmo, neste momento o único percurso que sei de cabeça em Monsanto é o percurso das 24h - estranho, porque será??? :-P - e sabendo que as voltas são curtas dava perfeitamente para ajustar a duração e o tamanho do percurso que queria fazer...

E a coisa foi feita como deve ser, deixei o carro no parque de campismo - coisa estranha para quem passava - e iniciei a pedalada pela estrada até entrar no trilho!

E fui subindo como mandava o trilho até ao Luneta pela subida d…

I Mega PedalaDelas nas Caldas da Rainha

Fim-de-semana em grande!

Ultimamente a produção de relatos anda um bocadinho atrasada, claro que não ando a querer manter o suspense e aumentar o número de visitas aqui do meu álbum de voltinhas, apenas tenho tido menos disponibilidade....

Mas vamos ao que interessa, sexta-feira, fim do dia, correr para casa para fazer a mala e arrancar direita a um fim-de-semana há muito aguardado... o I Mega PedalaDelas!!!

Cheguei ao alojamento mais a a Andreia e o André e já lá estava outro casal à espera... como não os conhecia suspeitei logo de quem fosse... Era a Dri e o Zé Nuno! Liguei para a Cristina e fiquei a saber que ela estava com a Carla, o Jaime, a Naani, o Aurélio, o penatabua (Carlos), a Zé e o João Pedro a jantarem na Foz do Arelho, e ainda se juntaram a eles o Filipe e a Patrícia... Não tardou muito para que regressassem ao alojamento para nos juntarmos todos na piscina com o regresso do Miguel e a Tânia que também tinham ido passear... Pusemos a conversa em dia e fomos dormir para …

24h Monsanto (ou pela primeira vez no podium)

Mais vale tarde do que nunca... (digo eu)

E mesmo tarde, não queria deixar de colocar o meu rescaldo do que foram para mim as 24h de Monsanto!!!

Posso começar por dizer que achei o percurso exigente e bastante técnico, estava feito à medida de quem adora descer, o que não é bem o meu caso, não sei se me entendem....

O início do percurso era smp a subir o q moia um bocadinho pq a minha equipa combinou fazer um volta a cada uma para não ser tão desgastante, mas o facto de começar fria e logo a querer lutar com o cronómetro, acabava por desgastar nos primeiros kms....

Posso dizer que nunca desci as escadas (nem as do Luneta nem as do Parque de Merendas), também nunca fiz o single do Chimarrão completo, desmontava sempre no primeiro cotovelo e voltava a montar-me um bocadinho mais abaixo, e a descida a seguir às escadas do Luneta consegui fazer a partir da 2.ª volta, o que para mim foi uma grande vitória pois é uma descida bem empinada!!!

Mais, fiz apenas uma volta à noite, cerca das …

Às apalpadelas em Monsanto

Na consequência dos nossos guias de Sintra estarem indisponíveis este sábado, juntou-se um grupinho e decidimos rumar a Monsanto...

E como Monsanto é já aqui ao lado, saímos de casa de bike. Para que o caminho fosse de alguma forma diferente, decidimos descer o Valsassina (e ver os despojos do Rock In Rio) e fazer uma incursão pelo Parque José Gomes Ferreira (em homenagem ao escritor que escreveu "As aventuras de João Sem Medo" que li quando era miúda), apenas para saber o seu potencial para corrida, uma vez que o seu potencial ciclístico esgota-se em poucas pedaladas....

...mas seguimos rumo ao nosso destino via Av. Brasil, Cidade Universitária - onde novamente decidimos fazer uma incursão pelos trilhos do estádio - e finalmente entrámos em Monsanto junto ao Califa!

Agora porquê às apalpadelas em Monsanto??? Porque a malta cada vez que lá vai é guiada por alguém, e desta vez nicles, e vai não vai, eu até tenho um bocadinho de sentido de orientação e lá nos conseguimos safar…

Nocturno debut em Monsanto

Não há provas, mas sim, ontem fiz o meu primeiro nocturno de btt...

O principal motivo para este nocturno foi a preparação para as 24h de Monsanto, uma vez que como o nome indica, são 24 horas a pedalar - incluindo noite ;-) - e eu nunca tinha pedalado à noite, por isso estava na hora!!!

Combinámos às 21h no estacionamento junto ao Califa para fazermos a entrada para Monsanto pela passagem aérea.

O guia foi o Miguel que mesmo conhecendo bem Monsanto de dia, deixou escapar uma entrada para um trilho ou outro por causa da falta de luz...

A voltinha ainda foi mais longa que o previsto, sobretudo em termos de duração, a horita programada esticou até 1h40, porque a velocidade foi bem mais moderada...

Logo na primeira descida mais pronunciada consegui mandar-me para o chão numa curva, tudo porque me assustei, o problema é que o pé não saiu do pedal e acabei por torcer o tornozelo... fiquei ainda um bocadinho em recuperação, a ver se dava ou não para continuar, mas depois de um bocadinho achei q…

2.º Passeio de BTT Feminino da Benedita

Depois de ontem ter ido a Sintra "desmoer" a Travessia - e perceber se a coisa até corria melhor agora - e até correu ;-) - hoje, fui mais a Andreia ao 2.º Passeio Feminino de BTT da Benedita!

O passeio foi organizado pela Talacha Bike Shop sendo que os fundos obtidos com as inscrições revertem a favor da Raríssimas.

Participaram cerca de 100 mulheres, algumas sem grande experiência nos trilhos, mas que de uma forma ou outra completaram os cerca de 23km deste passeio que, embora curto, não era tão rolante quanto isso, sobretudo para quem tinha menos preparação, mas o incentivo era sempre grande e animado [pipeta supersónica em acção :-)]...

Foi uma manhã muito bem passada!!!

Além da Andreia, a nossa Lídia também esteve presente (só faltou a Ana presente para termos toda a equipa para as 24h junta), a Turtle, e a Teresa - que finalmente tive a oportunidade de conhecer! Além delas muito mais companheiras do pedal com quem partilhei uma óptima manhã...

Segui-se uma bela banhoca nos …

Objectivo Travessia: Cumprido!!!

O grande desafio para este ano foi cumprido com sucesso!!!!

5 dias da Travessia de Portugal. De Monsaraz até Sagres. Um verdadeiro teste à minha capacidade de resistência e determinação!

A verdade é que todos os meus receios se foram dissipando ao longo dos dias, e a cada nova subida fui arranjando força para a próxima...

Percorrer o Alentejo e o Algarve foi uma experiência fantástica, as paisagens de tirar a respiração, a companhia sempre aprazível e divertida, tornando as horas a pedalar muito agradáveis!

Na 1.ª etapa que percorri, tinha como cenário inicial Monsaraz e a barragem do Alqueva, que durante bastante tempo nos acompanhou com os seus inúmeros braços que irrompem as terras circundantes, não foi uma etapa difícil, antes pelo contrário, foi a ideal para o primeiro dia.

Cheguei muito bem a Pias, ainda estive tentada a mergulhar na piscina, mas só consegui molhar as pernas.... Estava fresquinho!!!

Os jantares sempre foram bastante agradáveis, boa comida, bom vinho, boas sobre…

X Raid Alvalade-Porto Covo-Alvalade

Ora cá vai...

Foi um espectáculo... O percurso foi mais duro do que inicialmente era previsto, sobretudo por causa do vento que se fazia sentir e da areia, mas para compensar tivemos "direito" a paisagens fantásticas!

O acumulado da prova estava muito bem condensadinho na serra, já depois de 40km cumpridos, e na verdade foi a partir desse ponto que comecei a sentir-me melhor...

Passo a explicar, de início ia com a Carla, mas ela ia a dar-lhe forte e feio, e eu estava a sentir q estava a puxar muito para quem ia fazer 120km, por isso disse-lhe para ir à vidinha que eu cá ia, ela lá me deixou ficar com o Miguel e a Tânia, mas o desgaste que este início provocou, levou-me a uns 10km a ter de recuperar o cansaço.... Mas o abastecimento da Barragem devolveu-me as forças e no início da serra senti-me muito bem, ainda acompanhei a Tânia e o Miguel, e ainda o Medeiros, até um bocadinho antes da descida perigosa que tinha uma ponte de madeira no final, a partir daí deixei de os ve…

Ah e tal dá para passar...com água pela cintura!

Hoje fui pedalar para a margem Sul... O guia foi o Sérgio!!!

Partimos da Charneca por trilhos até à Fonte da Telha e daí entrámos na Herdade da Apostiça até à Lagoa de Albufeira... nessa altura alguém que não vou dizer quem, mas que o nome começa pela letra João, já tinha conseguido partir a corrente... Força não lhe falta para a Travessia ;-)

Entretanto muita areia, mas o que viria a seguir, seria o ponto alto da manhã ciclistica, pedalar ao longo da margem da Lagoa de Albufeira e por 2x atravessar a Lagoa, a 1.ª vez com água pelos joelhos e da 2.ª vez com água quase pela cintura....

A partir daí foi quase tudo por estrada, à excepção de uma incursão ao longo da vedação da Nato.

Chegámos de novo à Charneca mais tarde do que era suposto, depois banhoca e um belo almocinho no "Oh Carlos"....

... Pró ano fica a visita ao Lisboa Downtown... ainda não foi desta :-(

Aqui ficam os dados-resumo:
Km percorridos: 56,72km
Tempo: 3:32:50
Média: 15,98
Mais informações: carregar em cima da foto... ;-)

III Maratona de Idanha-a-Nova

Esta foi a primeira vez que rumei a esta zona do país para pedalar, mas as fotos da edição anterior foram suficientemente apelativas para me convencerem a ir.... e posso dizer que valeu bem a pena a viagem!!!

Primeiro que tudo quero agradecer ao P por nos ter cedido a casa em Idanha onde pudemos pernoitar! Thank you!!! ;-)

O levantamento dos dorsais no final da tarde de sábado, foi muito calminho, sem qualquer stress, já não posso dizer o mesmo relativamente a encontrar um sítio para jantar, parece que os restaurantes decidiram fechar de propósitos... ai e tal, vêm aí aqueles gajos das lycras, vamos lá barricar isto!!! Vá-se lá perceber.... Mas houve uma sra simpática que abriu a cozinha de propósito para alimentar 7 famintos bttistas! ;-)

Pois bem, o dia seguinte acordámos cedinho para nos fazermos à estrada de bike rumo ao pequeno-almoço no mesmo local onde tinhamos jantado... Deu logo para abrir o pulmão!!!

Conseguimos chegar cedo ao largo da CM, deu para ver algumas caras conhecid…

À torreira na Arrábida

O convite chegou do Miguel, ia aventurar-se a ser nosso guia na Arrábida, pareceu-me interessante!!! ;-)

Mais convite menos convite, o Filipe Rafael, meu colega da faculdade e habitué dos passeios "Á Borliu" finalmente deu umas pedaladas connosco (pena é que os sapatos de encaixe não me tenham servido... Alguém calça o 35 e precisa de uns excelentes sapatos de encaixe a bom preço???) e também a Cristina Marques se juntou para fazer uma das suas voltinhas favoritas! :-)

A proposta era partir de Palmela e fazer o trilho dos moinhos, fio dental, cai de costas, sobe-e-desce e Comenda....

O dia que começou meio chocho, não previa o calor que se haveria de fazer sentir....

O trilho dos moinhos ainda foi feito com o tempo meio encoberto, mas quando fomos fazer o single do fio dental, já o sol brilhava intensamente... desta 2x que fiz este single já consegui estar mais tempo em cima da bike do que a andar, da próxima a ver se o faço praticamente todo montada!!!

A subida para o cai-…

Em Sintra no dia do trabalhador

O ponto de encontro era na Lagoa Azul às 9h30, mas a essa hora já estavamos todos a pedalar, praticamente toda a gente chegou mais cedo... Éramos 12, eu, o Carlos, a Tânia, o Miguel, a Nani, o Aurélio, o Galvas, o Francisco, o Luis, o Dino e mais um senhor e o filho dele que eram amigos do Dino (se não me engano).

Começámos a subir a longa subida desde a Lagoa Azul até aos 4 Caminhos, entrámos no single da descida com os drops, a seguir fizemos o single dos troncos, e por último, fizemos o outro single que começa com as pedras.

Daí fizemos a descida que depois nos leva à subida do convento dos Capuchos.

Abastecimento no parque de estacionamento dos Capuchos.

Em conversa com o Galvas e o Dino, disse-lhes que queria subir o Monge até lá acima sem parar, ambos me incentivaram, assim, começámos a subir com calma (a minha calma, para manter o meu ritmo), o Dino veio sempre comigo e libertámos o Galvas dessa tarefa... estava a correr muito bem, consegui controlar respiração e esforço, mas …

Voltinha digestiva....

Depois de Fátima, hoje precisava de fazer uma voltinha para digerir o que tinha feito nos últimos dois dias...

Primeiro tinha pensado fazer o treino da praxe, eram 31km, bem rolantes, mas depois de ver o post do Miguel no fórum dos Maníacos com o repto de uma voltinha até ao Jamor, decidi alinhar!!!

8h35, era a hora combinada, junto à marina da Expo, juntámo-nos eu, o Bytes, a Tânia, o Miguel e o Hélder, a surpresa do dia foi a Carla e o Jaime...

Começamos a pedalar, sempre numa cadência porreira, o vento acompanhou-nos sempre, tanto para lá como para cá...

Chegando a Algés, o Jaime e a Carla ficaram-se por ali e nós fomos dar um giro até ao Jamor e voltámos, só para sentir um bocadinho de terra nos pneus!

De volta, fizemos a volta mais perto do rio, fizemos dois "amigos" pelo caminho, que nos acompanharam durante bastante tempo... O Hélder fugiu mais depressa de Algés para ter tempo de ir descer as escadinhas do Museu de Arte Antiga, mesmo quando nós iamos a passar, muito c…

Sacavém-Fátima

Ora esta foi a primeira grande aventura do ano..... Dois dias intensos de pedal... O primeiro pela distância, o segundo pela dureza!!! Mas o que interessa é que, como dizia o outro, "Prova superada!!!"

Saímos na sexta-feira de Sacavém, já depois das 7h da manhã, a hora combinada, directos aos Trilhos de Fátima, iamos "pescando" pessoal pelo caminho... Os primeiros foi logo em Alpriate ao sairmos dos Trilhos do Trancão, logo aí conseguimos enfiar-nos num trilho em Vialonga com água e lama que deu logo para molhar o pézinho e me irritar logo de manhã (eu roguei pragas ao Kitos, mas juro que nenhuma delas pressupunha quedas!!!)…

Mas ok, seguimos pelo trilho junto ao rio desde Santa Iria até Alverca, onde seria a próxima “estação”, mais uns viajantes e um acompanhante até Vila Franca de Xira, o Dino, que aparece assim de repente, nunca se sabe bem de onde ;-)

Em Vila Franca de Xira, junto à Praça de Touros, mais uma paragem primeiro abastecimento – um cubinho de marmel…

IV PedalaDelas no Cabo Espichel... abençoado!

O Cabo Espichel parece estar enguiçado... cada vez que organizamos lá alguma coisa, chove! Mas desta vez não nos deixámos demover...

Desta vez eramos 10 guerreiras a pedalar e mais uma porrada de "guarda-costas" ;-) Começámos um bocadinho depois da hora, mas começámos bem, saímos do alcatrão e entrámos no trilho logo com uma descida com o seu quê técnico (lembro-me que a primeira vez que fiz este percurso fiz esta descida à mão), depois apanhámos algumas poças de água bem grandinhas, onde consegui molhar logo o pézinho...

Mas continuámos no estradão que nos iria levantar junto à praia, fizemos a descida (Tininha, lembrei-me de ti nesta altura... vá se lá saber porquê?!?) e logo a subida (desta vez foi tão fácil de fazer...), continuamos em estradão até antes da próxima subida onde entrariamos num track no meio dos pinheiros onde pouco mais à frente iria desabar uma carga de granizo, mas um abrigo mesmo ao lado do trilho serviu para proteger a maioria de nós (ok, eu como an…

Maratona de Spinning

A minha primeira maratona de spinning... não sabia bem o que esperar, além de 3h a pedalar dentro de uma sala repleta de gente!

Não foi complicado, algumas partes foram mais puxaditas, sobretudo o final da primeira parte (1h20, mais coisa menos coisa). Nessa altura, já estava encharcada, e ainda faltava mais de metade....

Na segunda parte, consegui gerir muito melhor o esforço e acabar bem!

A parte mais caricata foi o final dos alongamentos, decidi fechar os olhos enquanto alongava o pescoço, mas fiquei tonta, tive uma quebra de tensão e quase me estatelei no chão... se queria dar nas vistas, podia ter feito de outra forma... :-S

Mas o resumo foi positivo, valeu a pena!!!

IV PedalaDelas no Cabo Espichel

3.º Passeio ISCPSI

A fama de que este passeio tinha uma excelente organização e que era um óptimo passeio para se fazer ficou um bocadinho abalada este ano antes mesmo de este ter acontecido...

O site que supostamente serviria de suporte ao passeio, onde se processariam as inscrições e tudo o mais, estava muito pouco intuitivo e logo isso provocou uma enorme confusão com as inscrições!!!

Mas tudo confirmado, lá fomos ontem levantar os dorsais e pagar o passeio, rápido! Só se esqueceram de referir que estava dentro do saco uma fitinha que era necessária para receber o abastecimento... :-P mas acabámos por não ficar apeados...

O ponto de encontro com o pessoal era às 7h45 em Santa Apolónia, mas acabei por chegar atrasada porque descobri q estava furada após 2 pedaladas! (vestígios de ontem, suponho)

Depois dos bons dias, foi rolar até ao Calvário... Aí ficariamos um bom bocado na converseta até à partida que seria por volta das 9h30!!! Esta partida foi abençoada com uma chuvinha "molha tolos" un…

Em Sintra, mas ao contrário...

Pois é, como já não ia há muito tempo a Sintra (só dd domingo passado...), lá fiz hoje o gosto às perninhas de ir pedalar no meu quintal preferido!

Apesar das chuvas que assolaram o país, Sintra estava em excelentes condições, não fosse uma árvore a cortar um caminho que tivemos de passar por cima com a bike às costas (2x), quase nem dávamos conta que tinha sido uma semana de chuvas...

O plano de festas para hoje era fazermos mais de 35km, mas mantermo-nos na parte oeste da serra... Claro que as mentes organizativas (família Cunha), não explicaram muito bem logo no início o que isso significava... Então éramos 7: Jorge e Miguel, João, Moi Même, V, Carla e Jaime, prontos para o desafio!!!

Para começar, em três dos 14 pneus que rolaram, existiram problemas com o pipo, que resultaram em pneus vazados... mas tudo se resolveu...

Começámos pelo caminho habitual, até que na subida que habitualmente nos leva aos Capuchos virámos à esquerda e foi sempre a subir até à Pedra Amarela, daí até à z…

Em Sintra eramos mais c'as mães....

Estou frustrada... Tinha acabado de escrever um post imenso sobre a volta em Sintra, de repente o internet explorer pifou e perdi tudo...

Conclusão: Agora vou poupar nas palavras!!!!

1) Muita gente
2) A maioria dos Rodas fizeram o seu próprio passeio, mas a Lídia ficou connosco

3) Os Mondrakers tiveram connosco até ao fim...
4) Single-tracks (já os conhecia a todos, mas ultrapassei alguns (não todos) obstáculos em que costumo desmontar - será dos encaixes??? - e ia fazendo um OTB - fiquei-me pela "burra")
5) Subida até à Peninha com a foto da praxe
6) Descida com furo do Espresidênte (1 furo e 2 quedas - é isso?)
7) Single das Pontes (trilho lindíssimo, fantástico passeio pedestre que eu fiz, parabéns à brava e destemida Andreia que o fez todo montada na bike)
8) Despedida "xoxa"



Aqui ficam os dados-resumo:
Km percorridos: 28,47km
Tempo: 2:51:04
Média: 9,98

Nota - Estava cansadita, arrastei-me um bocadito, mas vale sempre a pena!!!

Almornos...supostamente uma volta levezinha!

Começo a suspeitar que deixar o Jaime dar largas à sua imaginação aquando da escolha dos percursos vai sempre dar para o torto... não que as voltas sejam más, mas são sempre "upa, upa puxadotas"!

Ponto de encontro em território da família Beato, toca logo a subir para arrumar a coisa... uns bons quilómetros em alcatrão e ficamos prontos para o que há-de vir... passámos Montemor, Caneças, e finalmente chegamos a Almornos onde o pó nos finalmente ia cobrir!!!

Principio calmo qb, ainda deu para passar uma linha do combóio com a bike às costas!
Passámos numa zona com umas formações rochosas muito peculiares (o primeiro momento fotográfico do dia powered by Jaime), em zonas de entulho das sobras de mármore que além de ser horrível de andar sobre estas, torna a zona muito pouco atractiva... trilhos de pedra solta (em que me sinto muito pouco à vontade, sobretudo a descer)... também tivemos furos teimosos, ou melhor, o dono do "furo" é que era teimoso e só à terceira deci…

Empeno em Montejunto

Ontem é que foi....

Já andava prometida há uns meses, uma grande rota em Montejunto, com partida da Azambuja!

Estavam prometidos 90km de pura adrenalina (será que adrenalina e sofrimento são sinónimos???), mas apenas 1100m de acumulado. Outra "novidade", regressei aos pedais de encaixe e correu muito bem! [Paulo, tardou, mas foram, finalmente, chamados a trabalhar ;-)]

O ponto de encontro, na Azambuja, era às 8h30, fomos chegando e no total eramos 11(eu, V, Carla, Jaime, Tânia, Miguel, Jorge a.k.a. J, Marco a.k.a. Pacha, Medeiros, Rebelo, Francisco e Luís), sendo que a meio do caminho se juntaram três specializados, amigos do J, que não cheguei a saber o nome :-S

Aquecemos logo com uma subidinha bem jeitosa em alcatrão, no cimo deu logo vontade de tirar o corta-vento que não foi mais usado até ao fim!!!

O caminho até Montejunto meteu algum alcatrão mas pedalámos bastante por trilhos, mas sempre muito rolantes!

O sofrimento começou mesmo depois de passarmos São Salvador, a po…