Avançar para o conteúdo principal

Em Sintra, mas ao contrário...

Pois é, como já não ia há muito tempo a Sintra (só dd domingo passado...), lá fiz hoje o gosto às perninhas de ir pedalar no meu quintal preferido!

Apesar das chuvas que assolaram o país, Sintra estava em excelentes condições, não fosse uma árvore a cortar um caminho que tivemos de passar por cima com a bike às costas (2x), quase nem dávamos conta que tinha sido uma semana de chuvas...

O plano de festas para hoje era fazermos mais de 35km, mas mantermo-nos na parte oeste da serra... Claro que as mentes organizativas (família Cunha), não explicaram muito bem logo no início o que isso significava... Então éramos 7: Jorge e Miguel, João, Moi Même, V, Carla e Jaime, prontos para o desafio!!!

Para começar, em três dos 14 pneus que rolaram, existiram problemas com o pipo, que resultaram em pneus vazados... mas tudo se resolveu...

Começámos pelo caminho habitual, até que na subida que habitualmente nos leva aos Capuchos virámos à esquerda e foi sempre a subir até à Pedra Amarela, daí até à zona Peninha pelo caminho que habitualmente fazemos a descer... continua a descer até perto do Monge, onde por já estarmos cá em cima, fazemos o 8, tendo mais umas subidinhas para aquecer.... nessa altura, tive pela primeira vez cãimbras no gémeo direito com uma intensidade jeitosinha qb que me deixou a pensar que hoje a volta iria acabar mais cedo... mas alonguei um pouco e prossegui para a apanhar o grupo (aí meti um cubo de marmelada pró bucho)... lá continuámos e antes da descida do Monge tomei um gel - sim, pela primeira vez desci o Monge, em vez de subir!

Como já me estava a sentir bem, decidi continuar, mas não sem antes comer uma barra energética. Daí seguimos para a próxima descida que para não variar costumamos subir... Dps foi subir o que habitualmente descemos e de seguida tinhamos o Rabinho de Porco... estava na dúvida se conseguia... mas aguentei-me, excepto numa das rampas mais íngremes em que não fui suficientemente persistente e acabei por desmontar! Mas o desafio estava cumprido....

Daí era o caminho para o carro, mas descendo parte da subida que nos costuma levar aos Capuchos (a tal do início) e depois o caminho habitual para o carro!

Foi engraçado fazer a maioria do caminho ao contrário, acabei por dar conta de certos pormenores que nunca tinha dado conta!

Quanto às cãimbras, elas não voltaram, mas mesmo dps dos alongamentos ficou uma ligeira dor no músculo que persistiu durante o resto do dia... espero que recupere para amanhã!!!!

Aqui ficam os dados-resumo:
Km percorridos: 37,36km
Tempo: 3:08:46
Média: 11,87
altimetria: +/- 1100m de acumulado

Comentários

Mensagens populares deste blogue

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…