Avançar para o conteúdo principal

Triatlo do Ambiente

Hoje fui fazer o meu primeiro triatlo à séria...

Anteriormente já tinha feito dois triatlos, mas a natação tinha sido feita na piscina, o que não se equipara, em nada, a nadar em águas abertas, continuo a achar que nadar em piscina é muito mais fácil!

Até agora, tinha feito já uma série de duatlos, sobretudo de BTT, experimentando apenas este ano a vertente estrada, e quanto a nadar com fato em águas abertas, há três fins-de-semana seguidos que "experimento" e a coisa tem custado sempre, mas em prova a dificuldade exponencia-se, não apenas por causa do granel - braços, pernas e corpos por todo o lado - mas também porque ainda não me é fácil reconhecer o meu ritmo e não me deixar afectar pela adrenalina e nadar à bruta, logo no início, atrás de quem vai à minha frente, pagando mais tarde a factura de não conseguir controlar a respiração!

Desta vez, a partida foi feita da areia, sprint até à água e toca a nadar "à polo" para me orientar no meio da confusão. Até não me safei mal no início, mas claro está, em menos de nada estava já a respirar com dificuldade devido ao abuso no ritmo inicial. Até à primeira bóia a coisa foi bem ("deja vu"), mas lá chegada pensei que ficava logo ali - até procurei o barco salva-vidas - tanta era a confusão para passar a bóia, pensei para os meus botões "é desta que me afogo!", mas não, continuo vivinha da Silva, e lá continuei... A respiração continuava nas couves, e tive uma epifania quando olhei para o lado e vi alguém a nadar costas! Não é tarde nem é cedo, é já! Ajudou a recuperar um bocadinho e a avançar caminho, e como até corria bem, acabei por fazer parte do percurso assim, virando-me de vez em quando para verificar a rota e tentar voltar ao crawl, mas não conseguia... isto quer dizer que não fui propriamente das primeiras a sair da água, mas assim que pus os pés em terra, olhei para a água e ainda havia muita gente por lá a nadar. Menos mal!

Agora era tentar correr, tirar o fato ao mesmo tempo e tentar não cair para o lado porque saio sempre da água muita zonza! Subo o mais depressa que posso até ao PT, e pela primeira vez, engano-me no sítio onde tinha as coisas, ou seja, andei demasiado para a frente e quando me apercebi, tive de voltar um grande bocado para trás... mas adiante, toca a acabar de tirar o fato, calçar as ZOOT (sim, porque ainda não tenho pedais de encaixe nesta bike), colocar o capacete e os óculos de sol, e toca a correr PT fora com a bike a fazer gincana entre o pessoal que estava a pastelar!

Ah que bom! Já estava na bike! Na bike sim, sinto-me bem! Aproveito o início para beber água e tirar o gosto salgado da boca. E toca a apertar! Consegui meter uma cadência porreirinha que me ajudou a passar muita gente e a recuperar parte do tempo perdido na água... isto da estrada até não é assim tão mau ;)

Chego novamente ao PT, coloco rapidamente a bike no suporte, tiro o capacete e sigo, o mais rápido que as minhas pernas ainda bambas permitem! À saída, agarro numa garrafa de água que havia depois de atirar ao CC que a agarra só com uma mão com uma granda pinta :) Aos poucos as pernas foram descolando, e apesar de ter sido ultrapassada por algumas pessoas, consegui eu também passar bastantes. Após a subida, alarguei a passada e ao chegar à recta da meta, meti "uma abaixo" e lá me "amandei" para o sprint final passando mais umas pessoas.... 47m17s :) YEAH!!!

Consegui superar o objectivo que levava (51m30s) e obter uma classificação simpática: 140º à Geral (em 222), 23º nas atletas Femininas (em 47) e 9º nas atletas SEN (em 23).

Mas melhor que tudo isto, foi ter o meu CC e a minha Piruças à minha espera na meta e a apoiarem-me durante toda a prova! <3

Depois ficámos os 3 a ver a prova do CN Clubes (e a tirar fotos):

Comentários

Monteiro disse…
Parabéns rapariga!!! Dá-lhe com alma!

Olha se quiseres tenho uns pedais de encaixe de estrada a mais. São uns BBB que comprei logo quando comprei a bike se quiserem é só dizer preço muito acessível.

Mensagens populares deste blogue

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…