Avançar para o conteúdo principal

Marginal à Noite

Finalmente participei na Marginal à Noite, depois de o querer fazer há já alguns anos e de até ter estado inscrita no ano passado, só este ano é que desfrutei desta corrida.

No início, eu e o CC iamos só os dois, mas depois os planos alteraram-se e decidimos levar a nossa Piruças. A ideia era eu ir a correr e a empurrar o carrinho, enquanto o CC se auto-propunha em bater o seu record pessoal, mas os planos alteraram-se de novo e afinal o CC foi calmamente a caminhar e a empurrar o carrinho da Piruças e eu auto-propus-me em bater o meu record pessoal :)

Pequeno aquecimento feito e despedimo-nos, eu fui tentanto furar para ficar mais à frente e ter uma partida menos condicionada pelas "chicanes móveis" e o CC, por seu turno, ficou para trás para garantir que a Piruças não era abalroada por ninguém!

O ambiente pré-corrida!
Partida dada! Não tomou muito tempo até que conseguisse arrancar, no entanto, medi o meu tempo tendo em vista a passagem nos tapetes para ter uma percepção mais clara do que seria o tempo de chip, ou seja, o meu tempo real de prova.
O início da prova é feito em subida e o constante trava-ultrapassa-sprinta pode criar mossa, mas tentei manter uma respiração regular e não me deixar influenciar por ritmos alheios, controlando assim a minha própria velocidade entre o confortável e o "à morte"!

Aos poucos, a corrida tornou-se mais fluída e a noite mais cerrada. Os kms iam-se sucedendo, e fiquei surpreendida quando os primeiros passaram por mim e já eu via ao longe a inversão da corrida, junto à Estação da CP de Caxias, ao km 4.

Percebi que ia num bom ritmo quando na viragem vi que o tempo estava abaixo dos 20 minutos, bastaria conseguir manter o ritmo que o objectivo se iria concretizar. Continuo, gerindo o esforço, e tentando não ficar tonta por constantemente olhar para quem vinha no sentido contrário, - uma mania que sei que me perturba imenso, mas que não consigo evitar! - consegui ver passar algumas caras conhecidas e gritei ao CC que não deu pela minha passagem!

Não demorou até que se aproximasse o km final, praticamente todo a descer, o que dá ânimo para um BOOST final :-) Força nas pernas e toca a ganhar velocidade até à meta! Nem quis acreditar quando vi que o tempo ia ser abaixo dos 40 minutos, isso significava que a minha velocidade média tinha sido bem catita e que sem dúvida, iria bater record de velocidade média, uma vez que não tinha nenhuma outra prova com a mesma distância para superar.

Terminei assim a corrida com um tempo total de 0:39:31, um tempo de chip de 0:38:43, o que me levou à melhor classificação que tive numa corrida: 1066 à Geral (em 4617 - 23%), 94 em Femininos (em 1622 - 6%) e estou ainda a aguardar a classificação no escalão.


Toca a alongar, a hidratar e a comer a bananinha para repôr o potássio e acalmar a fome que começava a instalar-se. Agora era só esperar pelos meus amores e ver as caras de satisfação/sofrimento de quem terminava a sua corrida!

Lá vinham eles, calmamente....

Os meus amores a terminarem!
... parece que a Piruças decidiu fazer companhia ao pai até ao km7, sendo que só depois adormeceu exausta, não aproveitando assim a consagração de terminar mais uma corrida oficial :)

Venha a próxima!!!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…