Avançar para o conteúdo principal

Com saudades de Sintra

Hoje fomos a Sintra, inicialmente estava programado fazermos uma voltinha a acompanhar o BTT Alcântara, mas o facto do encontro estar marcado para muito cedo em Cascais, acabou por nos demover...

Resolvi voltar a dar uso dos tracks acumulados ao longo de vários treinos e de fazer um treino à "Cunha" :)

Por isso, rumámos à Malveira, de onde partimos para ir subindo, subindo em direcção à Pedra Amarela e atingir a Peninha.


Depois como eu tenho a mania de inventar, resolvi descer pelo sítio com mais pedras lá do sítio, claro está, acabei por desmontar e ir a pé, ao contrário de alguém que diz que se sente mais inseguro a descer a caminhar do que em cima da bike :P

Acabei por voltar a entrar no trilho que queria fazer depois de passar por sítios que não passava há séculos e que nem estavam no GPS só na minha memória ;) Queria encontrar a descida que vai quase até à Azóia e que dá acesso a 3kms de subida bem catita, e consegui encontrar o trilho à primeira!

Dps da subida estavamos de novo perto da Peninha, junto à zona de piqueniques, pelo que toca a subir a estrada para ir em direcção ao Monge, mas nada de descer directo para os Capuchos, primeiro fazer meio 8 do Monge e depois sim, descer! Dei conta que agora há um portão numa zona que não havia, sendo que o acesso me parece mesmo cortado, o que faz com que provavelmente agora só se possa fazer mesmo meio 8 :( 

Descemos o Monge até aos Capuchos, aquilo agora parece uma autoestrada, tiveram a tapar os sulcos todos, suponho que por causa dos incêndios, deve estar muito mais fácil de subir agora, tenho de ir experimentar :)

Como apesar de já termos um bom acumulado de subidas nas pernas, os kms ainda não eram mais de 20, pelo que achei que descer até à barragem do Rio da Mula e depois subir era uma boa opção antes de voltarmos ao carro... e assim foi, descemos até me doerem os pulsos pelo trilho dos jipes, apanhámos a estrada por um bocadinho para serpentearmos uns trilhos até chegarmos à barragem e depois, toca a subir de volta à Malveira! O que é bom nesta volta é que, quando entramos no alcatrão, são quase 2 kms sempre a descer até ao carro, que sabem mesmo bem para descontrair os músculos :)

Sintra com CC by anasoraiagomes at Garmin Connect - Details

Comentários

JC disse…
Olá,
ontem também também fiz uma volta de recurso em Sintra a Subida da Ribeira da Mula até ao Monge está como sempre, dura ;-)

O troço entre os capuchos e o Monge está facilitada com a "autoestrada" :-D
kitos disse…
Jesus Cristo... Não sabias que ele tambem fazia BTT??? LOOOOOOOOOOOOOOOL
Hugo Fonseca disse…
E não esquecer, é proibido lavar a bike no Chafariz da Rua Seca, senão vem o senhor do camião da Câmara dizer que não somos seres públicos...
ASG disse…
Essa dos seres públicos foi linda!

Mensagens populares deste blogue

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…