Avançar para o conteúdo principal

Triatlo EUL

Este sábado fui fazer uma espécie de ensaio geral para o que será o Triatlo do Ambiente em Oeiras no próximo dia 13.

Para quem como eu, que está nisto só pela diversão e para perceber como é que isto funciona, vá, e também para testar os seus limites físicos, é sempre interessante participar em provas com diversas estruturas organizativas.

Este ano, já tinha participado num triatlo, indoor, também numa piscina, mas num formato totalmente diferente deste do EUL, aqui a parte da natação foi todos ao molho e fé em Deus, isto é, partida em simultâneo existindo três bóias sinalizadoras de direcção que tinham de ser circundadas por fora por todos e tinhamos de dar quatro voltas (na distância de SuperSprint em que participei) no total o que perfazia 375m. Foi engraçada a experiência de nadar ao mesmo tempo que outras 30 e tal pessoas e o impacto que isso tem na água e na forma de nadar! É uma espécie de tentar ver se não levamos com um pé na cara e se não mandamos nenhum pontapé a ninguém :)

Consegui ser das últimas a sair da piscina, e foi muito bom não ter sido a última :) já que voltei a nadar há poucos meses e não nadava desde adolescente! Lá fui eu a correr para o parque de transição, a escorrer água, mas chegada lá, calcei as meias, de seguida os ténis, coloquei o capacete e toca a pegar na bicicleta e sair a correr dali para fora ainda com os "bofes" de fora :)

Sentada na bike tinha logo a rampa para a 2.ª Circular que não mata mas acelera a respiração, e claro fui quase com os pulmões de fora durante a recta, a tentar acertar a respiração ainda complicada devido à transição. Mas o facto de os pneus na maior parte do trajecto rolarem em terra batida dá-me logo vontade de pedalar mais :) E lá fui eu, tentando compensar a falta de jeito na natação com uns 10kms de ciclismo mais rápidos...

Com as quatro voltas ao percurso cumpridas, voltei ao parque de transição para arrumar a bike e deixar o capacete e lá fui em sofrimento para o último segmento do percurso - o atletismo - que cumpria o mesmo trajecto das bicicletas, mas no meu caso era apenas uma volta, algo perto dos 2500m.

Não é preciso dizer que após a rampinha para a 2.ª Circular tinha a boca a saber a sangue (que exagero :) (como li algumas vezes por aqui), e que por 3 ou 4 passos tive de caminhar em vez de correr, mas depois voltei a correr e aos poucos fui aumentando a velocidade da passada e restabelecendo a respiração.

Ainda consegui ultrapassar apanhar a mocinha que ia à minha frente e aumentar o ritmo até à meta! E que bem que me soube cortar a meta... mais um desafio concluído... e mais um treino para o desafio maior! :) Só de pensar que de manhã (sim, porque a prova foi às 14h30) estava com muito pouca vontadinha de embarcar nesta aventura, não só por não me sentir a 100% mas creio que por algum nervoso miúdinho à mistura (terá isto a ver com a minha clara noção de tou com falta de treino?!?)...

Vai-se a ver e por um "cadixinho" não fui ao pódio (tenho de saber quanto é que foi realmente este "cadixinho"), fiquei com o eterno 4.º lugar... e menos uma massagem de prémio :P

Mas o que interessa é que no fim estava contente :) mais um desafio superado!

Resultados em: EUL

Comentários

Mensagens populares deste blogue

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…