Avançar para o conteúdo principal

Raid do Oeste... sem empenar!

Como devem ter percebido, há quase dois meses que não pedalava. Vá, tinha andado de bicicleta, mas pedalar, pedalar - cuja tradução no meu léxico é um belo percurso de BTT - já não sabia o que era isso há 2 meses, a praia tomou a melhor ;)

Mas finalmente tirei a barriguinha de misérias, hoje participei no 5.º Raid do Oeste acompanhada da Cristina Marques a quem eu agradeço a companhia fantástica :)


Ia na perspectiva de apanhar um empeno, mesmo indo só aos 40kms, devido à falta de treino de bike, se bem que tenho corrido e feito ginásio, acho que foi isso que realmente me safou do empeno!

Fomos de véspera para a manhã não ser tão penosa, mas mesmo assim não nos safámos de chegar lá mesmo em cima da hora da partida... safou-nos o facto de o controlo zero estar cheio de gente e a partida ter atrasado :)

Comecei cheia de pica, o facto de não pedalar à tanto tempo trazia-me a vontade de dar incessantemente ao pedal, mas estava a recear que esse abuso inicial se iria revelar catastrófico lá mais para os últimos kms...

Primeira subida - e única digna realmente desse nome segundo o gráfico de altimetria - logo aos 5 kms, a verdade é que pensava que não ia ter forças e “caixa” para essa subida, mas teimosamente não desisti e serpenteei os inúmeros bttistas que a faziam a pé! Foi uma grande satisfação, senti que afinal não estava assim tão mal ;)


O resto do percurso não foi difícil, muita zona rolante, algumas secções de areia, mas deu para manter um bom ritmo até ao final!

A subidinha para o castelo de Óbidos assustou, mas até correu bastante bem!

Cortámos a meta, e depois o senhor do mic decidiu vir entrevistar-me por causa da jersey do fórumBTT/PedalaDelas, e com ele os fotógrafos de serviço, até parecia que tinha ganho a maratona... LOL

Ficámos um bocadinho à espera para chegarem os primeiros dos 80kms, e fomos tomar banho e almoçar!

Excelente dia... as saudades de pedalar eram mais que muitas... tirei a barriguinha de misérias! E melhor que tudo... não empenei! Podia querer melhor? ;)


GPSies - 5.º Raid Oeste 2009 40km

Comentários

Anónimo disse…
Boa!!! Temos gaja no trilho... outra vez!!! Agora vê lá se não perdes a embalagem :)Ass.Kitos
Alberto disse…
Estas de Parabéns menina.
Anthology disse…
Belo regresso, foi em grande!

É um passeio que espero poder fazer no próximo ano.
Também eu tenho andado a "baldar-me" ao pedal, mas infelizmente não é por esse bom motivo, a praia. :)

boas pedaladas
www.cheiroaterramolhada.blogspot.com
ASG disse…
Obrigada, pessoal ;)

Mensagens populares deste blogue

Trilhos dos Reis

Não comecei 2018 da forma como gostava de ter começado.

Depois de me sentir fortíssima até meados de Dezembro, talvez tenha abusado e a minha canela direita não gostou... impediu-me inclusivé de desfrutar a minha última prova do ano, a São Silvestre de Lisboa de que tanto gosto!

No entanto, dia 1 de Janeiro de 2018, fui ver como o meu corpo tinha reagido à terapia que tinha feito no dia 29 de Dezembro. Fiz 30' de trail muito calminhos e senti-me bem. Nessa semana continuei, com medos e paninhos quentes a correr leve na passadeira para perceber se teria de abdicar também da minha primeira prova da época, algo que não queria nada que acontecesse.

Mas a sorte protege os audazes e a minha audácia relativamente aos planos para este ano é alguma, tendo assim sido bafejada com a sorte de me ir sentindo melhor a cada treino que fazia.

Na semana anterior aos Trilhos dos Reis tentei arranjar companhia para a viagem. Tinha-me mandado sozinha de cabeça para este desafio, o CC ficava com os me…

Trail do Castelejo

Aproveitando que iamos passar o Carnaval a Leiria e que tinha de me forçar a treinar, descobri que no domingo acontecia aqui pelas redondezas o Trail do Castelejo e convenci o CC a vir comigo.
Optámos pelo percurso de 22km, que dava para fazer um bom treino sem abusar demasiado, Sicó é daqui a 2 semanas! A altimetria não era assustadora, sabia que ia apanhar uma parede pequena logo no princípio (que não foi tão pequena como isso dada a inclinação da coisa) e depois uma subida de cerca de 3k do km 12 ao 15, mais coisa menos coisa.

Chegámos a horas de levantar o dorsal com calma, ir ao carro decidir o que levávamos ou o que ficava no carro, ir aquecer um bocadinho e ainda conversar com o André, primo do CC, que viria a ficar em 3.º da geral masculina dos 22km.
Fomos para a partida e conseguimos furar para não ficar muito atrás. Logo logo, partida dada! Arrancámos com pica e tentei seguir o CC, mas não, ele fura com uma pinta e deixei de o ver num instante. Avancei, tentando analisar qu…