Avançar para o conteúdo principal

Setubal - DAKAR - Troia

Estava combinada pela fresca (7h30), em Setúbal, junto ao Estádio do Bonfim...

Mas para que a coisa se tornasse mais emocionante, achei que era fácil de mais ir ter directamente ao ponto de encontro, por isso, segui o "Espresindente" até à saída da Marateca! Isso sim, é começar o dia de uma forma radical... ;-)

Quando já todos estávamos a postos, todos os 12, seguimos calmamente pelas ruas de Setúbal, e depois via estradas secundárias, rumo ao track GPS que gentilmente foi cedido por outros companheiros do pedal em FórumBTT.
Entretanto, o "Espresidente" conseguiu quase ir dando cabo da sua iluminação....
Finalmente entrámos em terreno de pó.... No início, estradões de terra batida, com algumas poças à mistura, mas facilmente ultrapassáveis! Nessa altura já estávamos quentinhos, foi altura de tirar o impermiável...

Passámos pontes...
...portões... ...trilhos no meio dos pinheiros...



...linhas de combóio (a perder de vista!) com muita pedra para abanar o esqueleto...




... e areia (muita areia)!!!!
Nesta altura, já havia uma queda derivada de uma "burra" (El Paso), já o Kitos sentia o joelho a pedir descanso, já se contabilizavam 2 furos!
A seguir, passámos numa zona muito engraçada, em que percorremos um canal de rega...
e umas pontes de madeira...
e depois de alguma estrada, finalmente chegámos a Alcácer do Sal (69km depois), onde parámos num café para almoçar!

Depois de tempo em demasia perdido em Alcácer, finalmente fizemo-nos à estrada, já frios e atrasados, em relação ao previsto, pelo que decidimos seguir até à Comporta e depois até ao ferry de Tróia pela estrada que atravessa a península!

Eu, o Jaime e a Carla (finalmente tenho uma verdadeira companheira do pedal - GIRL POWER!)

Em jeito de conclusão, foi a primeira vez que fiz tantos km em cima de uma bicicleta, ainda para mais ultrapassei a meta dos 100km! Parti para este passeio na expectativa poder não conseguir terminar, mas nunca deixei que isso me tirasse a vontade de chegar ao fim... Com a ajuda de todos: que me acompanharam, que me levaram o Camelbak nos km finais, que me deram força: obrigada! Adorei fazer este passeio!!! E melhor, adorei ter conseguido terminar este passeio!!!

As melhoras para o Kitos e para o Bornwild/Espresidente/Carlos! E também para o mocinho, que mesmo no final, já em Setúbal, conseguiu espalhar-se ao comprido e dar cabo do cabedal... Ah, e do cubo da roda!

Venha a próxima....

Aqui ficam os dados-resumo (pelo meu conta-km):
Km percorridos: 107,84
Tempo: 6:51:58
Média: 15,7
p.s. - Algumas das fotos utilizadas neste relato foram "cedidas" pelo Pacha e pelo Kitos, espero que não se importem! ;-)

A ver mais em:

Comentários

Violet disse…
Isso é que é força e coragem!
Parabéns pelos kms ;)

Beijinhos

Mensagens populares deste blogue

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…