Avançar para o conteúdo principal

Setubal - DAKAR - Troia

Estava combinada pela fresca (7h30), em Setúbal, junto ao Estádio do Bonfim...

Mas para que a coisa se tornasse mais emocionante, achei que era fácil de mais ir ter directamente ao ponto de encontro, por isso, segui o "Espresindente" até à saída da Marateca! Isso sim, é começar o dia de uma forma radical... ;-)

Quando já todos estávamos a postos, todos os 12, seguimos calmamente pelas ruas de Setúbal, e depois via estradas secundárias, rumo ao track GPS que gentilmente foi cedido por outros companheiros do pedal em FórumBTT.
Entretanto, o "Espresidente" conseguiu quase ir dando cabo da sua iluminação....
Finalmente entrámos em terreno de pó.... No início, estradões de terra batida, com algumas poças à mistura, mas facilmente ultrapassáveis! Nessa altura já estávamos quentinhos, foi altura de tirar o impermiável...

Passámos pontes...
...portões... ...trilhos no meio dos pinheiros...



...linhas de combóio (a perder de vista!) com muita pedra para abanar o esqueleto...




... e areia (muita areia)!!!!
Nesta altura, já havia uma queda derivada de uma "burra" (El Paso), já o Kitos sentia o joelho a pedir descanso, já se contabilizavam 2 furos!
A seguir, passámos numa zona muito engraçada, em que percorremos um canal de rega...
e umas pontes de madeira...
e depois de alguma estrada, finalmente chegámos a Alcácer do Sal (69km depois), onde parámos num café para almoçar!

Depois de tempo em demasia perdido em Alcácer, finalmente fizemo-nos à estrada, já frios e atrasados, em relação ao previsto, pelo que decidimos seguir até à Comporta e depois até ao ferry de Tróia pela estrada que atravessa a península!

Eu, o Jaime e a Carla (finalmente tenho uma verdadeira companheira do pedal - GIRL POWER!)

Em jeito de conclusão, foi a primeira vez que fiz tantos km em cima de uma bicicleta, ainda para mais ultrapassei a meta dos 100km! Parti para este passeio na expectativa poder não conseguir terminar, mas nunca deixei que isso me tirasse a vontade de chegar ao fim... Com a ajuda de todos: que me acompanharam, que me levaram o Camelbak nos km finais, que me deram força: obrigada! Adorei fazer este passeio!!! E melhor, adorei ter conseguido terminar este passeio!!!

As melhoras para o Kitos e para o Bornwild/Espresidente/Carlos! E também para o mocinho, que mesmo no final, já em Setúbal, conseguiu espalhar-se ao comprido e dar cabo do cabedal... Ah, e do cubo da roda!

Venha a próxima....

Aqui ficam os dados-resumo (pelo meu conta-km):
Km percorridos: 107,84
Tempo: 6:51:58
Média: 15,7
p.s. - Algumas das fotos utilizadas neste relato foram "cedidas" pelo Pacha e pelo Kitos, espero que não se importem! ;-)

A ver mais em:

Comentários

Violet disse…
Isso é que é força e coragem!
Parabéns pelos kms ;)

Beijinhos

Mensagens populares deste blogue

Trilhos dos Reis

Não comecei 2018 da forma como gostava de ter começado.

Depois de me sentir fortíssima até meados de Dezembro, talvez tenha abusado e a minha canela direita não gostou... impediu-me inclusivé de desfrutar a minha última prova do ano, a São Silvestre de Lisboa de que tanto gosto!

No entanto, dia 1 de Janeiro de 2018, fui ver como o meu corpo tinha reagido à terapia que tinha feito no dia 29 de Dezembro. Fiz 30' de trail muito calminhos e senti-me bem. Nessa semana continuei, com medos e paninhos quentes a correr leve na passadeira para perceber se teria de abdicar também da minha primeira prova da época, algo que não queria nada que acontecesse.

Mas a sorte protege os audazes e a minha audácia relativamente aos planos para este ano é alguma, tendo assim sido bafejada com a sorte de me ir sentindo melhor a cada treino que fazia.

Na semana anterior aos Trilhos dos Reis tentei arranjar companhia para a viagem. Tinha-me mandado sozinha de cabeça para este desafio, o CC ficava com os me…

Meia Maratona de Lisboa

Parece que já não fazia uma meia maratona de estrada desde 2013, muito bem acompanhada pela minha madeirense preferida, a Catarina Dinis, cujo relato podem ler aqui no blog, e que terminei em 1h49m40s.

Nessa altura fiz treino específico e praticamente dei cabo de mim (fiz uma lesão na anca que me deu luta durante uns meses), nada disso aconteceu desta vez ;-)

Desta vez o treino é específico para trail, desta vez não houve cá descanso nas vésperas da prova (fiz treino de ciclismo e trail na véspera), desta vez não houve semana levezinha (treinei todos os dias só folguei, como habitualmente, na sexta-feira)... o foco não era esta prova, se bem que eu tinha um objectivo na cabeça que queria mesmo muito cumprir! Queria bater o meu recorde pessoal e se possível, queria terminar abaixo da 1h45m!

No entanto, havia uma certa e determinada (tempestade) Félix no ar que provocou uma alteração no local da partida - desta vez não passámos a ponte 25 de Abril - e nos fez comer vento e granizo no l…

IX Trail Longo de Conímbriga Terras de Sicó

Para esta prova consegui convencer a minha lebre a vir comigo, não só apenas à prova, mas fez-me companhia praticamente toda a prova, uma raridade nos últimos anos ;-) No início até tive pena dele porque eu não dava mais e ele estava cheio de gás... mas ele ficou comigo! Isto é amor, senhores! <3
Fomos de véspera com os miúdos levantar os dorsais e para ver algum pessoal do longo a chegar... valentes! A minha filha delirou com o ambiente... mas não do trail... mas sim do rancho folclórico que estava a actuar :-) :-) :-)

No dia seguinte, tinhamos de chegar antes das 8h30 para tirar a foto de equipa conforme tinhamos combinado e assim foi, cheguei on schedule ;-)



Cumpridas todas as tarefas pré-prova, bora lá para a partida que já estava bem cheia e pouco deu para furar... tenho de trabalhar melhor esta cena de chegar cedo à partida!

Partida dada e vamos em euforia percorrendo as ruas de Condeixa-a-Nova...

Daí a Conímbriga foi um pulinho, sempre à morte... e era exactamente como me s…