Avançar para o conteúdo principal

Vattenfall World Tri Stockholm | Sprint Distance for Age-groups


Pronto e é isto... :-P

Nã, vá eu vou contar.... Pela 2.ª vez viajei para fazer triatlo, mas foi a primeira vez que levei a minha bike nesta aventura. Pela 2.ª vez viajámos sem a Piruças, mas foi a primeira vez que isso me partiu o coração! You live, you learn!

Com esta prova planeada deste cedo na época, estive ainda bastante tempo na dúvida de fazer o olímpico ou o sprint, mas o facto de me ter inscrito no Olímpico de Viana do Castelo na semana seguinte a Estocolmo demoveu-me do maior esforço, isso e o medo de apanhar muita calçada... sim, já tinha estado em Estocolmo e conhecia bem a Gamla Stan!

Lá me inscrevi no Sprint e o CC no Olímpico, já que iamos duplicar as distâncias na semana seguinte!

Chegámos sexta, a prova era domingo, e estava frio! Sim, meio de Agosto e estava mesmo frio... fomos dar uma volta de bike até à zona do secretariado e mesmo agasalhados, mas de calções, rapámos friozinho! Vimos a expo e zarpámos de volta ao hotel.... Hotel catita, by the way! HTL KUNGSGATAN STOCKHOLM

Depois de bem agasalhados rumámos a Gamla Stan para jantar e tratámo-nos bem, com carnuncha da boa, assim daquela que só há mais a norte!

O dia seguinte ia ser animado... iamos assistir às provas dos Elites e tinhamos portugueses em ambas as provas: João Pereira, João Silva e Miguel Arraiolos no WTS Stockholm Men e a júnior Melanie Santos no WTS Stockholm Women. Foi brutal! Vimo-los antes da prova e desejámos-lhes boa sorte e tentámos apoiá-los ao máximo durante :-) As provas foram brutais e poder assistir ao vivo e movimentar-nos pelas várias parte do percurso foi TOP!

No final da tarde de sábado, fomos ver o local onde no dia seguinte iríamos iniciar a nossa prova, além disso, como fomos de bike, fizemos um pouco do reconhecimento do percurso de bike. Mas o tempo esteve muito mau o dia inteiro, com chuva e frio, pelo que decidimos descansar e ir jantar para nos preparamos para a aventura do dia seguinte. Eu, no entanto, iria ver a coisa mal parada, uma maldita cólica quase me pôs a achar que não iria sequer arrancar no dia seguinte, mas a coisa lá acalmou e a verdade é que me aguentei!

A alvorada foi bem cedo, uma vez q o CC partia às 8h e aconselhavam colocar as coisas no PT pelo menos 1h30 antes do início da prova. Eu só esperava que me deixassem colocar também as minhas coisas, uma vez que andar com a bike atrás ia dificultar o processo... e diminuir o n.º de fotos tiradas ;-) 
Mas tivemos sucesso, eu pude colocar as minhas coisas no parque e fui ter com o CC que entretanto já se tinha cruzado com os outros 2 portugueses que iam partilhar a prova com ele, o que foi porreiro!
Felizmente o dia amanheceu solarengo, e apesar de estar frescote, não se via uma nuvem no horizonte.

Meninos na partida, e voilá, começa a prova. Consegui assistir a toda a natação mesmo de perto, vi o CC sair da água e segui-o até ao PT, fui para o retorno de ciclismo e lá fiquei até a última passagem. Depois segui para a zona da corrida que após uma zona de transição seria praticamente toda em Gamla Stan, mas ainda vi o CC no caminho. Fui mudando de sítio durante as passagens para sacar fotos diferentes e fui esperá-lo à meta :-) Correu muito bem!

Voltámos juntos para a zona da partida, ainda passei novamente no PT para deixar o meu dorsal. Lá me preparei, vesti o fato e dirigi-me para a partida no horário estipulado, mas entretanto a minha partida atrasou 10'. Foi engraçado de ver que na maioria das vagas que antecederam à minha, apenas 10-15 se destacavam do grupo e faziam a sua natação enquanto as restantes (umas 80/90 mulheres), juntavam-se num grupo imenso e pareciam que ficavam a flutuar no meio do canal...

Eu ia com objectivo de melhorar a minha natação, mas nunca pensei que me corresse tão bem como correu, já que a água estava um bocado choppy e por isso mesmo dificultasse mais a coisa... senti-me cansada no final, achei que afinal tinha corrido mal, mas vim a saber depois que tinha tirado quase 1' ao meu melhor tempo nos 750m em prova!

O parque de transição era muito longo, perfazia perto de 600m, e as minhas coisas estavam bem lá no final, já que eu segui na vaga V, às 12h. Tentei correr apesar de estar ofegante. Cheguei à minha bike e tentei ser eficiente, acho que consegui! Saí rápido a correr com os belos sapatos de encaixe, acho que nunca vou saber montar na bike de outra forma :-P

Toca a pedalar, 2 voltas, cerca de 20km! Fui a fundo, o mais que pude, constantemente a dizer «LEFT!LEFT!LEFT!» passei muita gente de vagas anteriores à minha, fui passada por poucos. Comi, bebi. Tive o apoio moral do CC no retorno do ciclismo!

Voltei ao parque contente com a minha prestação. Tentei despachar-me! Agarrei a pala, agarrei o gel. Hurry up!

As pernas pareciam que não queriam colaborar, no entanto, o ritmo a que ia era elevado, aliás mais elevado do que parecia, saio sempre a pensar que vou em câmara lenta quando não é bem verdade! Praticamente quando cheguei ao percurso (onde seriam as voltas, que no meu caso era só uma), começo a sentir uma cólica... MAU! Pensei que estava arrumada... comi demais :( A custo lá me tentei distrair e evoluir pelo percurso. Como eram só 5K, apesar do sofrimento, a coisa terminou depressa para meu alívio! 

Fiquei muito contente quando cruzei a linha de meta e me apercebi que tinha superado o objectivo e mais, que tinha melhorado o meu melhor tempo num Sprint, estando neste momento o resultado em 1h27m :-) E esta prova era sem roda!!! Fui 57.ª classificada entre 537 mulheres, parece-me muito bem!!!

Melhor ainda, face à minha primeira experiência internacional, no ano passado em Londres, tirei 10' ao meu tempo. É muito bom ver que o trabalho, o esforço e a dedicação compensam ;-)

VENHA O PRÓXIMO... Que é já para a semana...

Comentários

Anónimo disse…
Fónix o teu homem não te paga um hotel como deve de ser??? Cada um tem o que merece.

ASG disse…
Fui eu que escolhi ó anónimo....

Mensagens populares deste blogue

Trilhos dos Reis

Não comecei 2018 da forma como gostava de ter começado.

Depois de me sentir fortíssima até meados de Dezembro, talvez tenha abusado e a minha canela direita não gostou... impediu-me inclusivé de desfrutar a minha última prova do ano, a São Silvestre de Lisboa de que tanto gosto!

No entanto, dia 1 de Janeiro de 2018, fui ver como o meu corpo tinha reagido à terapia que tinha feito no dia 29 de Dezembro. Fiz 30' de trail muito calminhos e senti-me bem. Nessa semana continuei, com medos e paninhos quentes a correr leve na passadeira para perceber se teria de abdicar também da minha primeira prova da época, algo que não queria nada que acontecesse.

Mas a sorte protege os audazes e a minha audácia relativamente aos planos para este ano é alguma, tendo assim sido bafejada com a sorte de me ir sentindo melhor a cada treino que fazia.

Na semana anterior aos Trilhos dos Reis tentei arranjar companhia para a viagem. Tinha-me mandado sozinha de cabeça para este desafio, o CC ficava com os me…

Meia Maratona de Lisboa

Parece que já não fazia uma meia maratona de estrada desde 2013, muito bem acompanhada pela minha madeirense preferida, a Catarina Dinis, cujo relato podem ler aqui no blog, e que terminei em 1h49m40s.

Nessa altura fiz treino específico e praticamente dei cabo de mim (fiz uma lesão na anca que me deu luta durante uns meses), nada disso aconteceu desta vez ;-)

Desta vez o treino é específico para trail, desta vez não houve cá descanso nas vésperas da prova (fiz treino de ciclismo e trail na véspera), desta vez não houve semana levezinha (treinei todos os dias só folguei, como habitualmente, na sexta-feira)... o foco não era esta prova, se bem que eu tinha um objectivo na cabeça que queria mesmo muito cumprir! Queria bater o meu recorde pessoal e se possível, queria terminar abaixo da 1h45m!

No entanto, havia uma certa e determinada (tempestade) Félix no ar que provocou uma alteração no local da partida - desta vez não passámos a ponte 25 de Abril - e nos fez comer vento e granizo no l…

IX Trail Longo de Conímbriga Terras de Sicó

Para esta prova consegui convencer a minha lebre a vir comigo, não só apenas à prova, mas fez-me companhia praticamente toda a prova, uma raridade nos últimos anos ;-) No início até tive pena dele porque eu não dava mais e ele estava cheio de gás... mas ele ficou comigo! Isto é amor, senhores! <3
Fomos de véspera com os miúdos levantar os dorsais e para ver algum pessoal do longo a chegar... valentes! A minha filha delirou com o ambiente... mas não do trail... mas sim do rancho folclórico que estava a actuar :-) :-) :-)

No dia seguinte, tinhamos de chegar antes das 8h30 para tirar a foto de equipa conforme tinhamos combinado e assim foi, cheguei on schedule ;-)



Cumpridas todas as tarefas pré-prova, bora lá para a partida que já estava bem cheia e pouco deu para furar... tenho de trabalhar melhor esta cena de chegar cedo à partida!

Partida dada e vamos em euforia percorrendo as ruas de Condeixa-a-Nova...

Daí a Conímbriga foi um pulinho, sempre à morte... e era exactamente como me s…