Avançar para o conteúdo principal

Triatlo de Abrantes ou Venha de lá essa medalha :)

Finalmente mais um triatlo na minha ainda "curta" mas "promissora" :-P carreira de triatleta :)

Estava no meu calendário desde o início da época, mas a encomenda saiu melhor do que eu pensava... desta vez não ia competir com os cadetes, juvenis e afins (já que estes tinham provas do CN a disputar), mas sim com gente assim como eu, a iniciar-se na coisa!

A motivação foi logo maior, mas desvaneceu-se (só um bocadinho) quando chego ao secretariado e vejo "temperatura da água 24º - não é permitido o uso de fato" - MAU!!! Se até aqui e a nadar com fato a coisa não tinha sido pacífica, sem fato... ui ui!

Mas um(a) triatleta não desmotiva, pensa logo como superar mais um obstáculo. Toca a ir buscar o material e a colocá-lo no PT. Tudo a postos!

Faltava ainda bastante tempo para a prova que só teria lugar depois das provas dos "miúdos", e como o calor era muito e tinhamos connosco a Piruças, fomos para o cafézito, já que ela tinha de ser alimentada, mas também deu tempo de pôr os pézinhos na relva :)


Ver provas, sacar umas fotos e tal, e já estava na hora de começar a ir para a zona de partida que era só assim no meio do rio Tejo. Molhar o pézinho e "boa a água está mesmo quentinha!", agora é só andar a distância da prova de natação até à partida... o que vale é que a maré estava baixa e não tivemos de fazer 2 "provas" - a ida e a dita cuja - lá fomos a caminhar nos seixos, pareciamos uns coxos. Tagarelar com o pessoal que ia participar e alinhar, alinhamento este que demorou um bocado - numa zona sem pé e sem fato (que ajuda a boiar), posso dizer que cansa um bocadinho.


Tiro de partida! Desta vez tentei não me deixar empolgar pelo resto da malta e seguir ao meu ritmo na natação, para tentar não "queimar". E lá fui eu, meio desnorteada, acabei por nadar mais não sei quantos metros para contornar a bóia, mas a coisa compensou; consegui fazer o percurso sempre a nadar o meu crawl controlado, mesmo quando as mãos praticamente batiam no chão e aí uns mergulhos à golfinho também ajudaram.... Saio da água, não estou demasiado tonta, toca a correr para o PT.



Lá chego à bike. Desta vez era só pousar os óculos e touca e calçar os sapatos de encaixe, colocar o capacete e os óculos e pôr-me a andar...


 ... ou melhor a pedalar ladeira acima que esta prova é feita maioritariamente a subir, parece o prémio da montannha :) com a malta a subir quase até ao hospital




Duas voltas feitas e toca a voltar ao PT. Descalça sapatos de encaixe, calça as sapatilhas, tira o capacete, coloca o boné e saio disparada (que é como quem diz "devagarinho") para a corrida. Foi uma corrida sofrida, sempre em agonia, mas sem nunca abrandar porque via as minhas adversárias relativamente perto, mas desta vez não consegui colar-me a elas...





Como na bike, foram duas voltas e terminadas lá cortava eu a meta com a satisfação de mais uma prova superada :)



O meu feeling é que era 3.ª, isto porque o CC tinha-me dito que era 3.ª quando saí para a bike, mas percebi que era 4.ª mas consegui passar a 3.ª logo no início do segmento. Depois fui-me colando cada vez mais às duas senhoras que iam à minha frente, mas não o suficiente para as conseguir ultrapassar. No entanto, o CC disse-me que fui a 4.ª a passar a meta :( Não conformada, uma vez que ninguém me tinha passado e não vi nenhuma outra mulher senão as outras duas à minha frente, fui ao secretariado perguntar para saber se esperava, ou não, para ver os pódios. Depois de esperar um bocadinho para que pudessem verificar, disseram-me que era 4.ª... faltou-me um bocadinho assim!

No entanto, mantive-me ansiosa pelos resultados finais e quando estes sairam, já passavam das 20h, vi que afinal fui 3.ª :) A primeira foi desclassificada (parece que deu uma volta a menos num dos segmentos, claro está)! No dia seguinte iria reclamar pela minha medalha de honra!

E voilá, no dia seguinte, fui questionar no secretariado e lá me confirmaram o pódio e deram-me a respectiva medalha :) Sem foto de pódio (nem subida ao dito), mas muito orgulhosa do meu primeiro pódio real num triatlo da FPT! Muito bom! :)





Comentários

Adriana disse…
uauuu!
é assim mesmo!
parabéns, triatleta!
que seja a 1ª de muitas medalhas!

beijinhos

* podes sempre arranjar uma foto do pódio e fazer uma "montagenzita"- é justo!
ASG disse…
Obrigada Dri :) Vamos ver, vamos ver!

Mensagens populares deste blogue

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…