Avançar para o conteúdo principal

Corrida das Fogueiras... ou melhor, das Fogueirinhas

Ontem foi a minha estreia em Peniche, numa prova de que só tinha ouvido falar bem.

Fomos cedo para levantar os dorsais e ainda aproveitar o fim de tarde de praia... encontrámos uma bela esplanada e que bem que se lá estava!!!

Mas a hora aproximava-se e havia que rumar à zona da partida. Lá encontrámos um bom lugar para a viatura e a pé chegámos ao local da partida. Ainda deu para fazer um aquecimentozito e colocarmo-nos na manga da partida. A partida deu-se a horas, 21h30, e tudo arrancou ao anoitecer pelas ruas de Peniche... Eu e o CC logo nos separámos porque optei por não fazer os 15kms das Fogueiras e apenas cumprir os 6kms das Fogueirinhas!

Em 40 minutos terminei sem esforço o percurso das Fogueirinhas, muito a tempo de ver o primeiro das Fogueiras a chegar, já depois de uns alongamentos. Depois foi esperar que o CC chegasse, e apesar de estar super atenta, consegui falhar e não dar conta dele a chegar... talvez porque acabou por fazer um excelente tempo (1h14m de tempo oficial), menos 16 minutos do tempo que achava que ia fazer!

A ida à sardinhada a seguir revelou-se infurtífera, sempre deu para comer pãozinho e broa, porque sardinhas... só para os "connoisseurs", para o ano já sabemos o esquema ;)

Comentários

Miguel disse…
Também pensei em ir a esta, mas achei melhor não. Acho que só por uma vez corri essa distância. Com o calor que tem estado, tenho corrido só meia hora... Fica para o ano.
ASG disse…
Vale a pena, Miguel, o percurso não é muito complicado, só tem uma subida mas nem é muito dura. Gostava muito de poder ter feito, mas não tinha treinado nada nas últimas semanas, era loucura querer fazer os 15kms! Como estão vocês? Tudo bem? Beijinhos aos 3

Mensagens populares deste blogue

Trilhos dos Reis

Não comecei 2018 da forma como gostava de ter começado.

Depois de me sentir fortíssima até meados de Dezembro, talvez tenha abusado e a minha canela direita não gostou... impediu-me inclusivé de desfrutar a minha última prova do ano, a São Silvestre de Lisboa de que tanto gosto!

No entanto, dia 1 de Janeiro de 2018, fui ver como o meu corpo tinha reagido à terapia que tinha feito no dia 29 de Dezembro. Fiz 30' de trail muito calminhos e senti-me bem. Nessa semana continuei, com medos e paninhos quentes a correr leve na passadeira para perceber se teria de abdicar também da minha primeira prova da época, algo que não queria nada que acontecesse.

Mas a sorte protege os audazes e a minha audácia relativamente aos planos para este ano é alguma, tendo assim sido bafejada com a sorte de me ir sentindo melhor a cada treino que fazia.

Na semana anterior aos Trilhos dos Reis tentei arranjar companhia para a viagem. Tinha-me mandado sozinha de cabeça para este desafio, o CC ficava com os me…

Trail do Castelejo

Aproveitando que iamos passar o Carnaval a Leiria e que tinha de me forçar a treinar, descobri que no domingo acontecia aqui pelas redondezas o Trail do Castelejo e convenci o CC a vir comigo.
Optámos pelo percurso de 22km, que dava para fazer um bom treino sem abusar demasiado, Sicó é daqui a 2 semanas! A altimetria não era assustadora, sabia que ia apanhar uma parede pequena logo no princípio (que não foi tão pequena como isso dada a inclinação da coisa) e depois uma subida de cerca de 3k do km 12 ao 15, mais coisa menos coisa.

Chegámos a horas de levantar o dorsal com calma, ir ao carro decidir o que levávamos ou o que ficava no carro, ir aquecer um bocadinho e ainda conversar com o André, primo do CC, que viria a ficar em 3.º da geral masculina dos 22km.
Fomos para a partida e conseguimos furar para não ficar muito atrás. Logo logo, partida dada! Arrancámos com pica e tentei seguir o CC, mas não, ele fura com uma pinta e deixei de o ver num instante. Avancei, tentando analisar qu…