Avançar para o conteúdo principal

Besouros... Maratona em Janeiro, lama no corpo inteiro! :)

E é assim... (como é bonito começar assim um post)... um ano depois regresso a Coimbra, para mais um fim-de-semana em casa de amigos (Braulio & Tânia, vocês são uns anfitriões fantásticos - muito obrigado por tudo!!!) e para mais uma Maratona (meia) na região!!!

Lá fomos nós - eu, o Bráulio e o Rui - em direcção a Sepins, depois de um semana de chuva e frio, o domingo amanheceu sem chuva (not for so long), e até se conseguiu aguentar durante praticamente todo o dia, mas como era esperado, o terreno não ia ser misericordioso... eu tinha andado indecisa, nos últimos dias, em participar ou não, mas na véspera, vesti a pele da corajosa (foi mais tenho de ir queimar o estrago do lanche na Pousadinha) e decidi-me a ir!

Os primeiros 20kms da prova foram muito acessíveis, bastante rolantes, a pedir talega na maior parte do tempo, não há duvida que este facilitismo me levou à certa, porque a partir daqui a coisa piava mais fino, por motivos vários: a orografia do terreno mudava e a lama pesada entrava em acção - tudo isto junto trouxe-me finalmente uma companhia rara (acho que é amiga do peito da falta de treino): cãibras nos quadricípedes!

Mas como não sou miúda de desistir, lá continuei até ao fim e até acabei de sorriso nos lábios (foi a alegria de ter terminado o martírio) :) Obrigada aos companheiros de pedal com quem fui trocando algumas palavras durante o percurso!

Como prémio, tomei um banhinho de água quase fria e a conta-gotas, toma!!! Mas o leitão do almoço não estava mau acompanhado pelo espumante ;)

Fica a fotografia tirada pela minha amiga Sofia quando eu estava a chegar à meta :) Sabe bem ter assim um apoio à chegada ;) [Gracias (por tudo) amiga!!!]


Nao cheguei a dizer que me lembrei várias vezes do Mondego, pois não???? :P

Comentários

Anónimo disse…
orografia? quadricipedes? Tcchhhh! Foste pedalar ou ler dicionários? Ah, já sei, sentiste-te inspirada pela proximidade da biblioteca do mondego. Foi isso, não foi? :-)

Ass: Melga
O importante é que chegaste ao fim!

:)
Monteiro disse…
Eh lá valente empeno ao que me parece, a juntar há dificuldade da lama, ainda passas pela dificuldade de teres cãibras!

Mas motivação não te falta!! Força rapariga!!!

Mensagens populares deste blogue

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…