Avançar para o conteúdo principal

2017 | Um, dois, experiência...

Parece que não escrevia um post há dois anos... deveria sentir-me envergonhada, mas nem por isso! :-P A vida muda e o tempo não chega para tudo e há toda uma nova gestão de prioridades!

De 3 passámos a ser 4 lá em casa, e duas crianças não é o mesmo que uma, é tudo muito diferente e faz-se o que se pode.

No entanto, não treinar não está no meu roteiro de vida, à excepção de alturas específicas na vida por lesão, por impossibilidade física ou por difícil ginástica de prioridades. Passei por algumas delas nos últimos dois anos, mas tenho tentado manter o corpinho com algum treino, mesmo não documentando e partilhado.

Passei o 1.º semestre de 2016 a fazer nova recuperação pós-parto e o 2.º semestre a fazer maioritariamente treino funcional em casa.

Recomecei gradualmente a correr no 2.º semestre, se bem que no 1.º, e na véspera de voltar ao trabalho, me aventurei no único triatlo (e prova multidesportiva) do ano.

Em Dezembro, fiz 2 provas de atletismo populares, o Grande Prémio de Natal EDP - no qual bati o meu record pessoal aos 10km (48m59s), se bem que a prova é maioritariamente a descer, mas tenho em minha defesa uma média máxima de 1 treino de corrida por semana - e a São Silvestre de Lisboa - em que também não me portei mal (51m31s), depois da valente engorda no Natal, e em que me sentia a falecer a partir do km6.

No dia de Natal pedalei pela manhã, e tirei as teias de aranha à Sobre que não circulava desde o Verão, e este fim de semana que passou já conseguiu circular mais duas vezes por terras Leirienses.

Janeiro 2017, para além de duas voltas de bike (de btt), conta também já com duas corridas em modo #pésnaterra, vulgo trail, e 5 treinos funcionais modo #homeworkout.


Para 2017 fica a intenção de me manter activa e aproveitar ao máximo para aos fins de semana fazer alguns treinos outdoor. Vamos ver o que o ano me reserva ;-)

BOM ANO!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…