Avançar para o conteúdo principal

BES Run Challenge Sintra | ou ai que me doem as pernas!

- Na véspera de irmos de férias queres ir correr a Sintra?
- Como assim?
- Arranjam-me 2 dorsais...
- Ah está bem!

Está bem está... não sabia eu no que me ia meter :-P

Conseguimos preparar as malas e os meus cunhados vieram buscar a B. para passear e lá fomos nós a caminho de Sintra. Tivemos de deixar o carro longe como tudo, mas assim sempre deu para fazer o aquecimento ;-)

A partida era em São Pedro e no início foi sempre a abrir fininho por ali abaixo... até parecia que me ia correr bem! Até que surge, a bela da subida para o Palácio da Pena e PIM! Tenho logo de parar para dar uns murrinhos no vasto médio, mesmo por cima do joelho... hmmmm, acho que isto não vai correr bem! Parece que vou penar para subir a Estrada da Pena :-P

Chegados lá acima, banda a tocar e água! Agora segue, em direcção aos Capuchos e desce um bocadinho para parecer que vai ser fácil! Passam os primeiros numa velocidade estonteante, e eu cá atrás, na Liga dos Últimos :-P

Lá recupero um pouco e parece que ganho fôlego. Finalmente cheguei ao ponto de retorno, ups que é novamente a subir ;-) Afinal não vinha tão tão mal... ainda vinha muita gente para trás. E toca novamente a banda e bebo novamente água!

Retornamos à Estrada da Pena para continuar a subida para o Palácio e a coisa não foi má até chegar ao empedrado. Mas ainda é possível continuar a correr neste piso e com esta inclinação? Há quem diga que sim!

Espera que agora é sempre a descer! Pois é, mas é em paralelo, e depois? Larga-te! E eu larguei-me, como pude... fui a dar o gás que ainda tinha até lá abaixo, a meta era mesmo mesmo no fim da descida... enfim cheguei!

Agora o resultado... 1h00m47"! Sim, não sei quantos anos depois voltei a fazer uma corrida de 10K acima da 1h... mas não foi uma corrida qualquer, foi uma corrida declarada como difícil, e isso é facilmente validado através do desnível positivo acumulado a rondar os 500m!

Resta dizer que afinal no dia seguinte não acordei assim tão empenada, ao contrário do esperado, mas nada que um voo de 12 horas não possa mudar! Que empeno! O que vale é que depois pude esticar as perninhas ;-)



Comentários

Mensagens populares deste blogue

Trilhos dos Reis

Não comecei 2018 da forma como gostava de ter começado.

Depois de me sentir fortíssima até meados de Dezembro, talvez tenha abusado e a minha canela direita não gostou... impediu-me inclusivé de desfrutar a minha última prova do ano, a São Silvestre de Lisboa de que tanto gosto!

No entanto, dia 1 de Janeiro de 2018, fui ver como o meu corpo tinha reagido à terapia que tinha feito no dia 29 de Dezembro. Fiz 30' de trail muito calminhos e senti-me bem. Nessa semana continuei, com medos e paninhos quentes a correr leve na passadeira para perceber se teria de abdicar também da minha primeira prova da época, algo que não queria nada que acontecesse.

Mas a sorte protege os audazes e a minha audácia relativamente aos planos para este ano é alguma, tendo assim sido bafejada com a sorte de me ir sentindo melhor a cada treino que fazia.

Na semana anterior aos Trilhos dos Reis tentei arranjar companhia para a viagem. Tinha-me mandado sozinha de cabeça para este desafio, o CC ficava com os me…

Trail do Castelejo

Aproveitando que iamos passar o Carnaval a Leiria e que tinha de me forçar a treinar, descobri que no domingo acontecia aqui pelas redondezas o Trail do Castelejo e convenci o CC a vir comigo.
Optámos pelo percurso de 22km, que dava para fazer um bom treino sem abusar demasiado, Sicó é daqui a 2 semanas! A altimetria não era assustadora, sabia que ia apanhar uma parede pequena logo no princípio (que não foi tão pequena como isso dada a inclinação da coisa) e depois uma subida de cerca de 3k do km 12 ao 15, mais coisa menos coisa.

Chegámos a horas de levantar o dorsal com calma, ir ao carro decidir o que levávamos ou o que ficava no carro, ir aquecer um bocadinho e ainda conversar com o André, primo do CC, que viria a ficar em 3.º da geral masculina dos 22km.
Fomos para a partida e conseguimos furar para não ficar muito atrás. Logo logo, partida dada! Arrancámos com pica e tentei seguir o CC, mas não, ele fura com uma pinta e deixei de o ver num instante. Avancei, tentando analisar qu…