Avançar para o conteúdo principal

Indian Ocean Triathlon - Triathlon des copines

Apesar de tarde e a más horas (a prova conforme a data de publicação foi em Novembro e só agora em Janeiro é que actualizo finalmente o blog), vou postar um pequeno relato da minha primeira "espécie" de prova internacional...

Com o CC a participar no Indian Ocean Triathlon, no maravilhoso cenário de Le Morne, nas Maurícias, eu facilmente desafiada para participar no Triathlon des copines, uma espécie de prova para envolver no ambiente da prova as acompanhantes dos atletas.

Este ano eramos poucas, mas eu ia com vontade de ganhar aquilo, apesar de ainda estar a recuperar de uma violenta contratura na cervical... Logo à partida percebi que o duelo ia ser entre mim e a alemã, eramos as únicas "com vontade".

Quando eu disse que era uma "espécie" de prova, é porque era mesmo uma "espécie" de prova. Então porquê? Porque nadávamos e esperávamos que tivessemos todas para arrancar de bike, percurso este guiado e com andamento controlado, só a corrida seria livre e cada uma por si.

Eu dei o meu melhor na natação, mas a alemã bateu-me. Mas azar porque teve de esperar, assim como eu, pelas restantes meninas. Na bike, umas pesadonas btt's, ela ia a puxar que nem louca, e eu com sem puxar muito ia ao ritmo dela. Parámos as bikes e era para correr. Ai sim? Mas pedalámos tão pouco...- tinham-nos dito que eram 4kms e acho que nem 1km fizemos. Mas se é para correr é para correr. A corrida era feita ao longo da praia junto à água. Eu arranquei como louca. Nem o capacete tirei. Sentia-me a arfar e percebi que estava a ganhar distância, mas não quis abrandar nem por nada não fosse ser apanhada pela alemã.

Meta... ninguém estava à espera que chegássemos tão depressa. Grito pelo CC! Tive de ficar à espera um bocadinho que me viessem tirar uma foto na meta para a posteridade. Acredito que ganhei pelo menos uns 20 segundos à alemã... TOMA LÁ Ó MERKEL ;-)


No dia seguinte foi a vez da prova a sério, a do CC, e foi fantástico, ele portou-se lindamente e fez uma classificação estupenda! Fez 20º em 124 participantes, com um tempo de 3h31m43. As classificações podem ser vistas aqui.



Ficam as fotos
_da organização: http://www.indianoceantriathlon.com/photos-organisation-2012/
_Triathlete magazine: http://www.indianoceantriathlon.com/galerie-photos-videos/photos-videos-2012/photos-triathlete-magazine-2012/
_videos: http://www.indianoceantriathlon.com/videos-2012/

Comentários

Mensagens populares deste blogue

XTERRA MAUI | Ou o azarado Campeonato do Mundo...

Depois de muita preparação, dedicação e esforço esta época, eis chegado o momento de pôr à prova todo o tempo despendido a treinar.

Um destino como o Hawaii era motivo suficiente para querer enfrentar o desafio, mas mesmo com todo o treino feito estava receosa sobre o que iria encontrar, sobretudo em termos de clima. Mas a verdade é que chegámos com uma semana de antecedência, para nos ambientarmos, descansarmos e entrarmos na rotina do novo fuso horário - sim, são 10h de diferença!

A semana antes supunha algum descanso e as tão aguardadas férias, mas não podíamos deixar a forma totalmente de lado... tinha de continuar a haver algum treino... como não podia deixar de ser, e porque fomos 2 semanas, levámos a nossa Piruças connosco, pelo que tínhamos de treinar à vez, mas assegurámos que tínhamos uma babysitter de confiança para ficar com ela durante a prova, não deixando isto de nos causar algum nervoso miudinho, porque no Hawaii não falam português, certo? ;-)

Mas é da prova que quero…

HAPPY!!!!!

Sinto-me infinitamente feliz :-)

E por algo tão simples como ter batido o meu record pessoal nos 100m livres! êêêêê

Mas há várias razões para que este record batido seja tão motivante:
# porque ele significa menos 5" de um anterior record que eu nem sabia bem como o tinha feito;
# porque nas 2 séries de 100m que fiz hoje, na 1.ª igualei o anterior record e na 2.ª esmaguei-o;
# porque trazia um record pessoal da época passada de mais 22.5" que o actual;
# porque isto é resultado de um trabalho árduo e muito individual;
# porque para evoluir fiz muita pesquisa para perceber como poderia melhorar;
# porque nado unicamente acompanhada pelo meu Garmin Forerunner 910XT que me ajuda a avaliar toda esta minha evolução;
# porque nunca desisti de querer melhorar;
# porque me gravei em Agosto com intuito de perceber alguns erros e isso ajudou-me imenso: percebi que estava a colocar o braço cruzado à frente da cabeça e que a minha mão também não entrava como deve ser na água (além de ou…