sexta-feira, 29 de outubro de 2010

LunaRun Final Landing

Ontem foi a última LunaRun desta série de divertidas corridas com que a Nike Running Portugal nos brindou nas últimas semanas!

E foi o máximo... desta vez não havia vencedores, mas havia festa! :)

Ainda mais gente apareceu à chamada e havia muita animação (e confusão), desde atletas, a corredores habitués e curiosos, tudo à mistura.

O porta-voz das quintas-feiras à noite (David Vaz - habitual comentador de triatlo do Desporto2) informa-nos que esta noite é diferente: não é para correr e que a mecânica é diferente - 4 pontos obrigatórios em que o 4.º ponto tem de ser realmente o último ponto - a chegada!!!

Toca a correr pelo Bairro Alto para o primeiro ponto e os bigodes, segue até ao Principe Real para a fita para a cabeça, daí sempre a descer até aos Restauradores e depois, ARGH, a difícil subida pelos becos e ruelas, escadas e escadinhas até ao Castelo de São Jorge.

Volta a descer para o 4.º e último ponto, no 23 da Rua Garret, onde foi a verdadeira festa! Um espaço temporário, muito cool, com música, pizzas e bebidas, videowall, produtos Nike, parede para deixar testemunhos... 

A Nike está de parabéns porque realmente este ano presenteou-nos com fantásticas experiências! Esperemos que continuem a surpreender-nos desta forma... sempre que possível estarei presente :)

Fotos em: http://www.facebook.com/#!/album.php?aid=47990&id=64773129977&fbid=290331644977



domingo, 24 de outubro de 2010

Corrida do Tejo 2010

Mais um ano, mais uma participação na Corrida do Tejo...

Apesar de no ano passado estar inscrita e não ter podido correr, uma vez que estava a recuperar da minha perfuração da coxa, até tive o meu melhor tempo de sempre, uma vez que o CC levou o meu chip por simpatia :)

Este ano, consegui não me lesionar completamente :) Apesar de ainda ter conseguido torcer o pé num dos treinos de sábado no Parque dos Poetas... :P Mas vá lá, só me doeu um bocadinho o joelho no final, defesa do corpo para poupar o pézinho...

Mas não falando de desgraças... Fomos deixar o carro perto da chegada, apanhando o combóio em Carcavelos para a partida em Algés, onde haviamos combinado um ponto de encontro com o pessoal da empresa (uma vez que fomos patrocinados), como comprova a foto:


Foto tirada e toca a furar para ficar o mais perto possível do pórtico de partida, tentando aquecer nos entretantos...

Partida dada e toca a correr, ou melhor, a tentar, já que demorámos mais de 4 minutos a passar o pórtico de partida. Depois foi indo a fazer ultrapassagens na recta do Dafundo, o que obrigou a muito jogo de cintura :)
Subida ao Alto da Boa Viagem e a dor de burro do costume, respiro fundo e mantenho a passada, o que tento fazer durante toda a corrida, indo nos limites daquilo que sou capaz para não desfalecer no asfalto :)

É impressão minha ou as bandas musicais este ano eram menos e como posso dizer... fraquinhas??? Algumas pareciam que estavam a tocar para um velório... de qualquer forma, o som da minha respiração ofegante também não me permitiu escutar com muita atenção!!!

Os kms foram passando e upa, a última subida, era só passar a meta... já tinha dito que provas em que temos de passar pela meta e ver os outros a acabar e nós ainda termos de correr mais desanima? Mas só assim um bocadinho!!! Lá fui buscar as últimas forças, para tentar um sprint final, mas qual quê... já não dava!!!

Fico contente quando passo pela meta ainda aos 59m27s, o que quer dizer que segundo o meu Nike+ demorei 54m56s a cumprir os 10kms e isso só significa uma coisa: OBJECTIVO menos de 55m CUMPRIDO!

No entanto, e para meu desânimo, existiu um problema com os tempos de chip dos que na partida passaram nos tapetes do meio e não há comprovativo do tempo real feito... anda uma pessoa a esforçar-se para competitir consigo própria e depois não consegue sequer vangloriar-se do seu feito... :P

Depois foi entregar o chip, fruta party, encontrar amigos e companheiros de pedalada, alongamentos valentes, juntar a equipa Sierra e voltar a caminhar calmamente para o carro... para o ano há mais! E sem tempo "roubado", espero!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

2 in a row

Aos poucos estou a voltar ao bom hábito de vir de bicicleta para o emprego (já lá vão dois dias seguidos e outros intercalados), se bem que a distância não é grande e até podia vir a pé - como de resto já o fiz muitas vezes - mas a verdade é que poupo metade do tempo ao vir de bike!!!

E depois sabe-me bem :) Para cá apanho uma subidinha jeitosa para pôr o meu sistema em ebulição logo pela manhã (razão porque só agora com menos calor volto a pegar na bicicleta) e para lá é um tirinho enquanto me ponho em casa... Acho que é desta que compro um cestinho para levar a mala e ir e vir mais confortável...ehehheh

E vejo algum dos pedalantes hoje no último treino da Corrida do Tejo na praia da Torre ou no domingo na dita corrida? Bom fim-de-semana!!!

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

O homem que repara bicicletas

Existe um novo serviço na cidade: Bycicle Repair Man!

Sim, tem nome de super-herói, e sim, a inspiração veio do famoso sketch dos Monty Pythons:


Mas o que pode este serviço fazer pelo cidadão lisboeta que se faz transportar de bicicleta? Tem o seu quê de assistência em viagem como de assistência ao domicílio, mas para saber mais é só mesmo clicar no link que está lá em cima, mesmo no início do post! ;)

domingo, 17 de outubro de 2010

VI Trilhos da Raia

Que fantástico dia esteve para pedalar... :)

Fomos até Idanha para participar nos VI Trilhos da Raia, evento organizado pela ACIN e do qual eu só tinha ouvido falar bem! Tinha também vontade de conhecer a zona numa diferente altura do ano e também apresentá-la ao CC.

Viemos sábado ao final da tarde, infelizmente sem tempo para fazer um bocadinho de turismo pela região, para encontrar (mais uma vez) a maioria dos restaurantes de Idanha-a-Nova fechados, realmente não consigo perceber qual é a estratégia da terra (não devem ter nenhuma), mas cada vez que há eventos de BTT que trazem imensos clientes há um sem número de restaurantes fechados... mas desta vez, lá conseguimos apanhar o Espanhol aberto para o repasto!

Dia seguinte, acordar e tomar o pequeno almoço no Estrela de Idanha (onde pernoitámos) e siga para a partida... não sem antes experimentarmos o frio que se fazia sentir nas primeiras horas da manhã enquanto punhamos ar nos pneus!

Depois da sessão fotográfica organizada pelo Jaime nos jardins em frente à CM, lá nos dirigmos para a partida que seria dada no recinto da Feira (onde também seria a chegada e o almoço). Faltavam escassos minutos e já o garrafão de partida estava composto, vimos a Beta e o Manel que estavam ao pé do Monteiro. Partida dada e lá fomos para o primeiro evento bttístico do CC :)

Começámos a bom ritmo a percorrer as ruas de Idanha, descendo um pouco de alcatrão em direcção aos trilhos que nos iriam levar à barragem Marechal Carmona. Passagem ao lado da barragem com vistas impagáveis que nos levariam a Alcafozes e posteriormente a Idanha-a-Velha.


Em Idanha-a-Velha estava localizado o 2.º abastecimento, onde parámos para atestar, e o gel que levei deu mesmo jeito para tomar no km40, mesmo antes da subidinha de alcatrão de volta a Idanha :) Devo dizer que o abastecimento estava um luxo, que maravilha!



Depois era voltar, passariamos novamente na barragem com o sol a bater na água, subida para Idanha, passando depois por uma espécie de circuito de XC já dentro de Idanha.

Foi bom terminar a saber que dei tudo (o CC puxou por mim!), e ouvir o senhor dizer que fui a 3.ª rapariga a chegar :) Apesar de não haver pódio, sabe sempre bem ;)

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Marry Me

Uma deliciosa curta roubada do Lisbon Cycle Chic



Directed by Michelle Lehman, “Marry Me” on the 2008 Tropfest Australia Film Festival.

This shortcut is a little love story about "a little girl who likes a little boy and a little boy who likes his BMX bike". The film was inspired from a true story when director Michelle, at 5 years of age, would chase Jason Mahooney around the school in a pretend wedding dress (her mother's nightie).

domingo, 10 de outubro de 2010

Uma espécie de triatlo

Uma vez que o Triatlo de hoje foi adiado pelas condições do mar não se apresentarem favoráveis à pratica desportiva, ontem vinguei-me e fiz uma espécie de triatlo :)

O dia começou com a participação no 3.º treino da Corrida do Tejo (2.º treino para mim), que apesar da chuva que caiu no princípio do treino não desmotivou as dezenas de pessoas que teimaram em participar :)

Como não nos demos por satisfeitos, rumámos à piscina do EUL onde demos umas braçadas jeitosas...

... por fim, ao final do dia, rumámos ao Bicycle Film Festival, no Cinearte, para uma sessão de curtas sobre bicicletas :) Não pedalámos realmente, mas foi como se o tivessemos feito, tal a adrenalina transmitida na última curta(de 30 minutos?!?)do Lucas Brunelle - Line of Sight, que documenta as corridas alleycat levadas a cabo um pouco por todo o mundo, usualmente lideradas por mensageiros/estafetas de bicicletas... Soberbo!!!

Aqui fica o trailer:

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Luna Run

Esta quinta-feira à noite fomos experimentar algo diferente, as chamadas LunaRuns organizadas pela Nike em várias cidades do mundo e que finalmente chegaram a Lisboa, mais propriamente ao Bairro Alto.

O ponto de encontro era no Largo de Camões, às 20h30, já chegámos um bocadinho atrasados, mas ainda a tempo para entrar no evento que nos esperava...

Foi dado o briefing e depois, trouxeram a "caixa do tesouro", que continha os mapas para o desafio que se iria iniciar de seguida. Tivemos uns momentos para estudar o mapa antes de ser dado o tiro de partida.

Existia um ponto obrigatório e outros 4 alternativos, embora apenas fosse necessário a passagem em 4 pontos e não nos 5 existentes. Em cada um dos pontos estaria um elemento da organização que validaria o nosso mapa. O primeiro homem e a primeira mulher a chegar ganhavam um prémio Nike.

Este era o mapa, e dado o apito todos começámos a correr... o ponto mais próximo foi o mais solicitado, mas tive sorte porque consegui rapidamente a minha validação, descer o Chiado em direcção à rua do Crucifixo para o próximo recorte... Para cima, decidi atravessar o metro, pensando que as escadas rolante me iriam trazer algum benefício... acho que não me enganei!

Era altura de rumar à Rua do Norte para de seguida descer em direcção ao último ponto, o obrigatório, que se encontrava em frente à Assembleia da República. Corre, corre, corre, pica o mapa e volta para cima, por vezes a caminhar que a subida era longa e o corpo já desesperava... A lembrar também a chuva miúdinha que teimava em cair desde que iniciámos o desafio, o que tornava ainda mais complicada a tarefa, porque eu não queria de forma alguma escorregar no empedrado!

Não desisti e continuei a correr em direcção ao Camões para validar a minha participação e finalizar o desafio, mas não me passaria pela cabeça que estaria tão perto de ganhar... o que não veio a acontecer :(

Cheguei ao Largo e o CC agitava os braços e com o dedo indicava I, não queria acreditar, tentei correr mais, mas estava a chegar e a primeira mulher estava a entregar o seu mapa à organização, fiquei em segundo por uns meros 3 segundos, se tanto... É frustrante apenas porque apenas a primeira recebe prémio, e um senhor prémio, umas sapatilhas LunarGlide+!!!

O CC também estava frustrado porque tinha chegado em terceiro, também com uma diferença mínima para o primeiro, que incrivelmente terminava envergando umas calças de ganga...

Afogámos as mágoas nas fatias de pizza oferecidas pela organização, e fica a vontade de voltar a participar ainda com mais energia :)

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Sintra vespertina

É tão bom levantar-me tarde, tomar o pequeno-almoço nas calmas e depois ir pedalar para Sintra :)

Tinha estado a planear a voltinha que iamos fazer olhando para tracks antigos e vendo a descrição do percurso aqui no blog... fiquei com 3 tracks em vista e finalmente escolhi um com alguns caminhos que já não percorria há algum tempo!

No entanto, a volta era algo ambiciosa para quem pedala semana sim, três semanas não :P

Acabámos por cortar a parte da fábrica das águas e subida do miradouro, mantendo o resto do track, foi por isso um bom treininho para fazer suar e pôr o corpo doridinho ;)

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

2numundo


Começa a tornar-se cada vez mais apetecível, e cada vez menos, existem barreiras para aventuras deste género.

Este casal de aventureiros querer chegar a Macau partindo de Ovar, parece-me aliciante, sabendo que eles já cumpriram uma travessia na Europa sem sequer saberem, à partida, remendar um furo :)

Outros aventureiros partiram este ano, alguns exemplos que espreito de vez em quando: ...preenche a vida de emoções!!! O dia-a-dia da viagem solitária de Roma a Alcobaça em bicicleta!!!  e Bacalhau de Bicicleta com Todos

Outros partiram e já voltaram (e quem sabe partirão novamente em breve): Uma viagem pela estrada Panamericana, 0emissões e Até onde vais com 1000 euros? (estes dois partem agora sempre que possível com a Nomad como empregador - que inveja!).

Apesar de sentir um forte apelo, já que as viagens são uma paixão antiga, não me sinto "preparada" para deixar tudo para trás e partir... Mas invejo quem tem a coragem de o fazer!

E nem a propósito, despertando também a minha veia cinéfila, estreou ontem, por cá, um filme com esta temática:



Boas viagens!!!