Avançar para o conteúdo principal

Ultra Trail de Sicó

Pelo 3.º ano consecutivo volto ao Sicó, mas pela primeira vez para cumprir a distância ultra, que tinha ficado na minha to do list do ano passado.

A subir das Buracas do Casmilo, já com uns 43kms e ainda sorria ;-) by fotojotape
Passei os dias anteriores num vai não vai, não me sentia espectacular, toda presa, no entanto, na véspera, como por milagre, senti-me melhor e achei que alinhava na partida e depois logo se via, se tivesse que desistir, desistia.

Fomos os 3 estarolas, eu, o João e a Rute. Fomos sexta a Condeixa levantar dorsais e dar força ao pessoal que ia partir para a prova de ultra Endurance. O João ia passar um frontal ao Luis que ia pela primeira tentar cumprir a distância. Chegámos tarde a Coimbra onde pernoitámos.

Acordámos bem cedinho, em abono da verdade, foi uma noite a correr, tínhamos de apanhar o autocarro para Santiago da Guarda às 7h30 em Condeixa... Por isso, achei que a prova devia ter começado pelo menos 1h mais cedo, teria sido bem melhor começar às 8h30, não teria sido necessário usar o frontal... para além de não estarmos praticamente hora e meia ao frio e à chuva!

Deu para vermos a Ângela, o Paulo e o Nico no abastecimento. Apesar do cansaço estavam bem dispostos e ainda sacámos uma foto com eles ;-)

Partida dada e o João começou logo a voar, a Rute e o Rafael de Sousa​ ainda tiveram no meu campo de visão durante um pedaço, mas sentia-me demasiado presa e a 1.ª hora foi um suplício, passou-me 500x pela cabeça desistir, mas lá fui andando.

Os 3 estarolas 💚
Passo pela Mafalda Faria​ que já tinha passado a noite na serra, que me manda ter calma e juízo, e tenho a noção que tem mesmo de ser assim. Depois encontro em prova o trio maravilha, a menina com as trancinhas mais giras de Sicó a Ângela​, o Paulo e o Nico​, e acabamos com uma conversa sobre fumo às bolinhas e unicórnios! Muito bom!

No final da 1.ª grande subida do dia
Toca a subir a 1.ª subida valente do dia até ás letrinhas de Sicó! Na descida sinto-me mais solta, se bem que sinto a banda IT a dizer "presente", dou-lhe a devida atenção mantendo alguma calma a descer, ainda para mais tinha barrado os trilhos com tulicreme e queria tudo menos cair.

Fui controlando e gerindo as sensações, não eram sempre fantásticas, mas fui equilibrando o corpo aos poucos, e na verdade, ao longo das horas fui-me sentido melhor e mais estável.

Parei em todos os abastecimentos, bebia sempre uma pedras limão e enquanto um dos flasks era reservado a tailwind, o outro tinha sempre um refill de coca-cola. Comida de verdade a prova inteira, nem uma barra, nem um gel.

O caminho para o terceiro abastecimento aos 33kms foi feito muito mais depressa do que teria tencionado, mas tinha na cabeça que o corte de tempo era às 5h, ainda bem que não era porque lá cheguei às 5h00m36s com as pernas em papa dada a 'vitesse' e o stress que levava.



Voltei a encontrar o Paulo Pereira​ aka O Homem do Guizo​, que já tinha ido um pouco comigo no início, mas desta vez, fez-me companhia até ao final! MUITO AGRADECIDA! A 2.ª subida do dia foi feita a passo... as pernas estavam num caco... mas uma vez lá em cima, experimentámos meter um trote, no início meio atabalhoado, mas depois conseguimos manter a coisa. Foi algures por aí que nos cruzámos pela primeira vez com o Luis Matos Ferreira​ que ia com um ar impecável :-)

Depois fomos a gerir a coisa até ao fim, entre momentos de caminhada, risota, desespero, escalada, agora puxo eu agora puxas tu.



Chegámos ao Poço estava-se quase a dar o lusco-fusco, aqueles 5-7 minutos, sacámos logo dos frontais, mas ainda deu para chegar à zona mais fechada sem os ligar, mas depois foi mesmo obrigatório. Pela 1.ª vez não tive cãibras no trilho da Cascata, e íamos num grupo engraçado, sempre a falar e a mandar larachas. Chegámos lá acima e já cheirava a meta! Fizemos praticamente o resto do caminho sempre a correr, não tardava estávamos de regresso a Condeixa. Primeiro vi o Rafa, e logo à frente, junto às escadas já tinha lá o João e a Rute. Foi muito bom tê-los à minha espera e ter acompanhante de LUXO até à meta!💚

E estava feita a 2.ª Ultra de 2020 :-)

O Paulo aka O Homem do Guizo com quem percorri os últimos 25kms
E cheguei mesmo a tempo de ver o João a ir ao pódio de 3.º M40 para receber um pratinho para pôr o queijinho do rabaçal! É o MÁIOR!
E a miúda Rute foi 4.ª F40, mesmo à beira de ter feito uma rasteira à terceira que lhe roubou o pódio AHAHAHA

A je fez 6ª F40 e 30ª à geral feminina nas longas 9h49m48s que por lá andei.

Strendure Running Team​
#bethewolf
Tailwind Nutrition Portugal​
#trailblazers2020

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Azores Triangle Adventure :: a aventura do ano

Andava há pelo menos 2 anos a sonhar com esta prova... Era uma prova de etapas, e isso remetia-me para os bons tempos vividos na Travessia de Portugal em BTT da Ciclonatur há mais de 10 anos; para além disso, a possibilidade de ir conhecer 3 ilhas açoreanas em 3 dias e, com isto, deparar-me com as suas paisagens incríveis e poder percorrer os seus trilhos era para mim como um canto de sereia.

Decidi que este era o ano, e quando comecei a falar com colegas de treino percebi que não ia ser a única a querer embarcar na aventura, pelo que a decisão cedo começou a tomar forma... só faltava abrirem as inscrições!

Mais tarde do que era suposto, e eu já com a ansiedade de pensar que podia ter sido cancelada, lá abriram as inscrições e, confirmadas algumas coisitas, lá me inscrevi! Estavam lançados os dados para a grande aventura do ANO!

Objectivo traçado, estava na altura de meter treino e me preparar! Como tudo na vida, tive alguns setbacks e ajustamentos (gigantes) à minha vida que condici…

Ultra Trilhos dos Abutres 🦅

Finalmente chegou a primeira prova da época. A minha primeira Ultra como deve ser, com a distância, o acumulado e a dureza que a caracterizam.

Há anos que tinha curiosidade em ir aos Abutres, mas nunca me senti preparada para tal. Na altura em que as inscrições abriram sabia que tinha estaleca para ir, tanto que me inscrevi, apesar da lesão que tinha na altura. Tinha a certeza que ia ficar boa rapidamente.

Saiu o resultado do sorteio e fui uma das sortudas, lá me inscrevi, mesmo sem na altura estar em condições de treinar... na verdade, acabei por regressar tarde aos treinos e sempre receosa se estaria à altura do desafio, mas não ia mandar a toalha ao chão sem experimentar, e se tive a sorte do meu lado no sorteio, vamos lá!



Comecei muito cautelosa, da retaguarda, a controlar a velocidade e a descer com bastante calma, os kms iam passando e consegui sempre desfrutar da viagem. Na maioria do tempo fui sozinha embrenhada nos meus pensamentos e a desfrutar dos trilhos, foi curto o tempo…

Ultra de Sesimbra - A primeira ultra saiu do forno (literalmente)

Desta vez começo pelo fim... ASSUMO: estou cheia de cagança 😁 mas isto passa-me rápido ;-)

A verdade é que, o facto de ter cumprido a minha primeira prova de trail, na distância Ultra, em condições de calor extremamente desafiantes e ter conseguido o meu primeiro pódio à geral com um 3.º lugar e um 1.º lugar no pódio de escalão (F40), deixou-me primeiro emocionada e depois extremamente feliz e orgulhosa! Nota-se na foto, não?

Mas vamos lá... vou tentar não ser demasiado "prega secas" 😂😂😂

Combinei com o Ricardo Pato irmos juntos de Lisboa, íamos à mesma prova e não fazia sentido levarmos 2 carros, e eu sempre tinha alguém para tagarelar ;-)

Chegámos cedinho a Sesimbra, e fomos levantar o dorsal, como deixámos o carro ao pé das piscinas, voltámos a trazer o belo saquinho, fazer os últimos preparativos e era correr para a meta a fazer o aquecimento que já não dava para muito mais! Ainda encontrámos malta conhecida e deu para uns olás! Era altura de nos posicionarmos na part…