domingo, 25 de janeiro de 2009

Maratona do Mondego a.k.a "Lama, lama, lama e mais lama"

Ainda me custa pensar em fazer este rescaldo... mas ok, vai ter mesmo de ser!!! :)

Rumei a Coimbra no sábado à tarde, ou melhor, a Cernache, onde o Bráulio e a Tânia me receberam de uma forma fantástica na sua casa! Também tivemos oportunidade de travar conhecimento com o Simão, a Lola e o Gato Gil ;)

Ainda tentámos ir levantar os dorsais à escola do Taveiro antes de jantar, mas infelizmente a escola já estava fechada... :( Lá fomos jantar a um restaurante muito porreiro, mais dois amigos do Bráulio e da Tânia, o Amaral e a Filipa (espero não me ter enganado), sendo que o pessoal dividiu-se entre uma bela picanha e uma mariscada daquelas! Para terminar um fantástico crepe :d (era preciso acumular energias para o dia seguinte, nem eu sabia qtas!)

Depois de uma noite de soninho descansado, apenas cortada pelo som de uma bruta chuvada, lá acordei fresquinha para a aventura, no entanto, um atraso a sair de casa à espera de uns vizinhos do Bráulio, fez com que chegássemos à partida mesmo em cima da hora e ainda por cima ainda tinhamos de ir buscar os dorsais e montar as bikes... (ainda vi de relance a Tânia e o Miguel que iam contentitos para a partida enqto eu corria desenfreadamente para ir buscar os dorsais à secretaria - já agora, aquilo não dava para ficar mais longe???)

Partimos com cerca de 10 minutos de atraso, já não se via vivalma... logo na rotunda do Retail Park ficámos à nora, não havia sinalização de que caminho tomar, valeu-nos um bttista q pelos visto se atrasou como nós e nos disse que era por ali... até à partida real (sim, porque o controlo zero era partida largada) os "locais" foram-nos indicando o caminho, visto só a partir daí existiam marcações no terreno... mais um pouquinho de estrada e pouco depois estavamos a entrar na terra e quase depois na lama, mas não imaginámos que de lá não iriamos sair tão cedo! :P

O primeiro troço foi logo para nos ambientarmos, já que haviam zonas que dava para enterrar o pé até ao tornozelo, quase pensei que lá ia deixar o sapato de encaixe...

Lá fomos andando, entretanto, no meio de um passeio pedestre (e foram muitos infelizmente), encontrei a primeira cara conhecida no meio dos trilhos, a aniversariante Turtle, que lá ia apeada como todos nós... trocámos umas palavras e entretanto apareceram a Andreia e o André... quando dei conta eles começavam a fugir-me e tive de me fazer à vida e deixar a conversa para outra altura!

Lá haviam alturas em que dava para pedalar durante algum tempo, mas noutras era difícil a progressão no terreno e apear era a situação mais normal, ao todo devemos ter caminhado uns 5kms, e com sapatos de encaixe a tarefa não é fácil!

Aposto que esta maratona com terreno seco até é bem porreira, mas com o terreno neste estado realmente não foi pêra doce, quando disseram no fórum que os primeiros 20kms havia muita lama, esqueceram-se de dizer que nos outros 20kms era igual... :P Praticamente só não havia lama nas curtas incursões por alcatrão e junto ao aeródromo (se me lembro bem), de resto... desde passarmos um rio a vau com água por cima dos joelhos (ok eu sou baixinha) para subir uma parede de 2 metros de lama completamente escorregadia (requintes de malvadez da organização) a pedalarmos nos arrozais a direito e quando até parecia que seria fácil, chuva e vento de frente a juntar a terreno mole e escorregadio, tornou a tarefa mais uma prova de resistência já quase no fim da quilometragem!

Hum, só me faltou dizer que consegui contabilizar mais uma queda... a 2.ª em 2009 por causa da lama... uma descida curta mais que eu já antecipava escorregadia... bem dito bem feito, o pneu escorrega para o lado e dou comigo de joelhos no chão... ganhei mais umas nódoas negras para juntar à colecção :)

Depois desta quase épica maratona na lama, nada mais consolador que saber que terminámos!

Mas como a vida não é fácil, teriamos de pedalar até à zona da partida largada - a escola C+S - onde estava o carro, a lavagem de bikes, os banhos e o almoço! (ainda vi a Teresa q tomou café ao pé de mim enqto eu almoçava, infelizmente já não consegui ver a Lídia)

Como fomos quase os últimos, não tivemos de esperar muito nem para lavar as bikes, nem para banhos, nem para o almoço... só o Bráulio e o Amaral é que apanharam uma bruta seca!!! SORRY!

Voltei a Cernache para ir buscar o resto das coisas e me despedir da Tânia e agradecer toda a simpatia ;)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

E sonhos?

Hum, apesar de normalmente não postar nada fora do universo bike, tive um desafio de uma amiga, a MJL, que tentei não recusar (embora tenha sido difícil o parto deste post)!

O desafio consiste em (e copio as instruções tal qual são indicadas no seu blog):
1. Escrever uma lista com 8 coisas que sonho fazer ou com as quais sonhe.
2. Convidar 8 bloguistas a responder ao mesmo.
3. Comentar no blog de quem partiu o desafio.
4. Comentar no blog de quem desafiamos.
5. Publicar as regras.

Os meus sonhos são os seguintes:
No futuro mais imediato:
1) Participar nos Duatlos que se adivinham e terminá-los;
2) Correr uma meia-maratona;
3) Pedalar muito por Portugal e arredores;
No futuro de forma geral:
4) Ser mãe
5) Viajar
6) Dedicar tempo a pintar, escrever e tocar viola (e cantarolar à mistura)
7) Ter sempre algum tempo para o desporto
8) Sonhar (sempre)

Desafio os seguintes bloguers: Sofia, Inês, Ana, Paulo, Jaime, Miguel, Bráulio, Teresa. Espero que aceitem o desafio.

domingo, 11 de janeiro de 2009

Volta Ribeirinha

Ontem dei uma mega balda... é que ia para Sintra, mas estava muito friozinho e tinha chovido à noite e a cama estava quentinha... acabei por ligar ao João a dizer que era melhor ficar para outro dia, mas do outro lado o João quase que agradeceu :)

Mas como não estou em altura de poder deixar de treinar, ontem eu ainda fiz um treino catita e hoje fui pedalar com o Jaime e com a Carla numa volta calminha...

O frio continuava mais do que muito e apesar dos 2 pares de meias, não consegui aquecer o pé esquerdo durante o tempo todo, para compensar o corpo estava bem quentinho!!!

Saí de casa a caminho do rio, e segui sempre a marginal rumo a Sta. Apolónia, Cais do Sodré, Belém e Jamor. Notava-se que a volta ia ser mais penosa que a ida, já que o vento se fazia sentir bem forte, por isso aproveitámos a ida para ir pondo a conversa em dia :)

Chegados ao Jamor, ainda por lá demos umas voltinhas, o Jaime lá se aventurou no pó, fomos até à capela e tirámos a foto da praxe (hei-de cravar ao Jaime).

A volta lá foi feita com mais esforço, com vento contra, mas fomos avançando na roda uns dos outros. Terminámos novamente junto a minha casa com os belos alongamentos...

E agora já posso fazer uns treinos de spinning nos entretantos :)

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Jersey PedalaDelas

NOVIDADE!!!!

Finalmente estão disponíveis para encomenda os jerseys do PedalaDelas, o cantinho feminino do FórumBTT!!!!



A encomenda desta primeira vaga deverá ser feita até 25 de Janeiro (data da transferência!

Mais informações aqui.

domingo, 4 de janeiro de 2009

Primeira pedalada do ano

Hoje cumpri a primeira pedalada do ano, nada como começar com uma Maníacada! :) Já no ano passado a primeira volta do ano havia sido Maníaca e igualmente em Monsanto, mais um ano e começa a ser tradição...

Existiam vários pontos de encontro, escolhi o mais próximo de casa, a rotunda da RTP, já cheguei ligeiramente atrasada e quando olhei, vi um grupo de bttistas em velocidade já a descer para a rotunda do relógio, pensei: ok, são eles, tenho de lhe dar gás! Mas afinal não eram, só tive a certeza ao entrar na Av. do Brasil... mais umas pedaladas e perto do Julio de Matos, resolvi ligar ao Pacha para saber onde estavam os Maníacos, parece que afinal estavam na rotunda da RTP :-P

Esperei por eles no cimo da Alameda Universitária, junto à Reitoria, e daí partimos juntos para Monsanto. Eramos muitos, não sei ao certo quantos, raramento conto. O Meska vinha fazer a estreia da sua nova Merida, parece que ficou satisfeito apesar da lama que não estava prometida!

Em Monsanto percorremos alguns trilhos, alguns com mais lama que outros, e rumámos para o Jamor. No Heliporto, já junto a Miraflores tirámos a foto de família e depois foi subir por ali acima até Linda-a-Velha, quando demos conta estavamos no Jamor!

Alguém, não vou dizer nomes, mas começa em P e acaba em acha :P, teve a excelente ideia de percorrer os trilhos que seguem junto ao Rio Jamor, aqueles que já sabiamos que estavam cheios de lama, mesmo muita lama, tanta lama que eu já fervia por estar metida naquele filme, para abrilhantar mais a coisa, consegui mandar-me para o chão e ficar com o lado direito castanhinho! :-P Como eu detesto lama.... Grrrrrr :)

Estivemos a braços com uma votação: se ainda faziamos uns trilhos pelo Jamor ou se rumávamos a casa, mas como para a maioria estava na hora, acabámos por vir todos embora a pedalar sempre junto ao rio.

E assim começa o ano bttistico ;)