domingo, 30 de março de 2008

Empeno em Montejunto

Ontem é que foi....

Já andava prometida há uns meses, uma grande rota em Montejunto, com partida da Azambuja!

Estavam prometidos 90km de pura adrenalina (será que adrenalina e sofrimento são sinónimos???), mas apenas 1100m de acumulado. Outra "novidade", regressei aos pedais de encaixe e correu muito bem! [Paulo, tardou, mas foram, finalmente, chamados a trabalhar ;-)]

O ponto de encontro, na Azambuja, era às 8h30, fomos chegando e no total eramos 11(eu, V, Carla, Jaime, Tânia, Miguel, Jorge a.k.a. J, Marco a.k.a. Pacha, Medeiros, Rebelo, Francisco e Luís), sendo que a meio do caminho se juntaram três specializados, amigos do J, que não cheguei a saber o nome :-S

Aquecemos logo com uma subidinha bem jeitosa em alcatrão, no cimo deu logo vontade de tirar o corta-vento que não foi mais usado até ao fim!!!

O caminho até Montejunto meteu algum alcatrão mas pedalámos bastante por trilhos, mas sempre muito rolantes!

O sofrimento começou mesmo depois de passarmos São Salvador, a povoação que nos levava a Montejunto com uma subida de cerca de 5km, empinada qb, e com o sol a bater em chapa... os mais resistentes subiram até ao fim de uma só vez, houve quem a fizesse por partes e houve também quem sentisse que afinal aquele dia não era o mais adequado para subir Montejunto!



Mas no cimo da subida ainda havia ainda muito que penar, foram boas descidas com pedronga e subidas potentes e técnicas, depois de bastantes km e uma foto de grupo num local fantástico, fomos ter à estrada onde subiriamos até ao parque de merendas já perto das antenas de Montejunto. Eram cerca de 3km de subida em alcatrão, que se fez com calma, uma vez que já tinhamos cerca de 40km nas pernas, por nós passaram uns sub-23 da equipa de estrada do Benfica, pareciam flechas, todos simpáticos excepto o primeiro que foi o único a não dar os bons dias! Resta dizer que esta subida fi-la quase toda em modo solitário...


Nas mesinhas de piquenique, piquenicámos o pouco que tinhamos na mochila e andámos à procurar de água para fazer o refill aos camelbak (o calor não perdoa)!

Fizemo-nos novamente à estrada, com uma descida brutal em alcatrão seguida de uma nova subida generosa mas bastante mais curta, a próxima descida foi bastante rápida e no fim da qual entrámos novamente em trilhos onde já tinhamos passado, mas não durante muito tempo, uma vez que nos esperava a descida em estradão mais fantástica do dia, onde bati o meu record de velocidade: 65km/h!!!

Essa descida leváva-nos à Abrigada, onde nos reencontrámos com o Medeiros, já revigorado e onde nos esperavam (ou melhor, onde esperámos por) umas bifanas para acalmar o estômago que já se queixava... Foi por aí que senti que as minhas pernas estavam já um "bocadinho" cansaditas, mas uns alongamentos e um gel ajudaram a prevenir as câimbras...

Depois de todos atestados lá nos fizemos novamente à estrada, nesta altura, há 2 semanas atrás já o J estava em casa, com banho e almoço tomado e até já devia ter adormecido os gémeos, mas connosco, ainda faltavam cerca de 40km para chegar a casa!!!

Mais um pouco de alcatrão e voltámos a entrar nos trilhos praticamente até à Azambuja, muito rolantes na sua maioria, algumas zonas com um pouquito mais de areia, uma lagoa/albufeira, um trilho dos charcos verdes e já mais para o fim umas subitas tramadas para quem já leva muitos km nas pernas... enquanto a rolar as velocidades até eram bastantes aceitáveis (excepto com vento de frente), a subir eu já deixava muito a desejar...

Em breve já viamos Azambuja na base do monte, por isso, era "sempre em frã, pela estrada de alcatrã", a subidinha jeitosa do início tornou-se numa descidinha fantástica (não fosse o camião ter entrado em fora de mão ainda tinha sido melhor) e logo chegámos ao ponto de partida (e chegada)!

O cansaço era evidente, mas os alongamentos até ajudaram e a conversa foi catita, deu para rever a Ana, o Chico e a Sofia!!! ;-)

Embora o sofrimento me tenha feito pensar em desistir da Travessia por não julgar estar à altura, vou treinar até lá e tentar superar-me...

GRANDE VOLTA


Aqui ficam os dados-resumo:
Km percorridos: 90,24km
Tempo: 6:19:39
Média: 14,26

Nota: Ah, e afinal foram quase 1600m de acumulado e não 1100m...

domingo, 23 de março de 2008

Páscoa na Cabreira

Sexta-feira rumei ao Norte mais um grupo de amigos...
O destino: Serra da Cabreira
O objectivo: Andar e pedalar na Serra

Ficámos alojados numa casa fantástica património da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, que conseguiu albergar 9 caramelos e 9 bicicletas!


Na primeira tarde, após descarregarmos os carros, fomos conhecer a zona, e nada melhor que um bocadinho de aventura... Fomos fazer um belo de um geocaching, e nada melhor para começar que o "Cabeceiras à Vista"! Após um trilho sempre a subir cheio de picos, chegámos ao topo das antenas com uma vista fantástica de Cabeceiras de Basto, procurámos a cache durante mais de uma hora e com a temperatura a diminuir e o sol a pôr-se, decidimos desistir... Acho que a cache já não estava lá!!! :-)



Sábado amanheceu frio e chuvoso, só por volta do meio-dia ganhámos coragem para sair de casa e tentar ir cumprir o nosso objectivo: pedalar na Serra da Cabreira! Felizmente, o trilho começava em Agra, uma aldeira turística toda em granito e subia serra acima em direcção ao Talefe. Esperáva-nos 7km de subida em estradões e os restantes km (quase 30km) seriam bem mais calminhos... Arrancámos com sol com intenção se fazermos um piquenique algures no final da subida. No entanto as dificuldades técnicas começaram cedo, mas mesmo assim, cumprimos 3,5km de subida até que encontrámos um local para piquenicar, uma vez que o vento soprava forte e as nuvens tinham tapado o sol! Já no final do piquenique, apercebemo-nos que o tempo estava a mudar de repente e em 2 minutos desabou uma tempestade de granizo... arrumámos tudo a correr e voltámos a descer tudo o que tinhamos subido! Mas o frio era mais que muito e eu tinha decidido levar luvas sem dedos, já me imaginava o João Garcia!!!
À medida que a altitude ia descendo, o frio foi acalmando e quando chegámos aos carros pensámos de novo em subir, mas.... nãããã!!!


Fomos aquecer para a lareira....

Domingo, já amanheceu solarengo, embora o vento e o frio se fizessem sentir.... Tinhamos apenas a manhã para aproveitar! Eu decidi pegar na bike e ir ver as vistas um pouco mais acima da casa onde tinhamos ficado... Valeu a pena, apesar de mesmo com o esforço da subida ter ficado gelada...



Juntámo-nos ao pessoal e fomos tomar o pequeno-almoço e depois seguimos caminho em direcção a mais uma cache.... Desta é que iamos encontrar... ou não!
Cavez era a próxima cache...


E mais uma vez procurámos, procurámos e nada! Mas, ainda havia tempo para mais uma...

Próxima: Bem no nariz do mundo
Subida potente, por meio de calhaus e vegetação queimada por um fogo, até ao cimo de um monte onde havia uma santinha... supostamente a cache estava nas costas da mesma!!! E perguntam vocês, acharam a cache??? Nope!!!! Again.... :-) Geocaching é muita fixe... Nós achamos que é mito urbano... ;-)


Voltámos a casa de forma a acabar de arrumar o que faltava e fizémo-nos à estrada de volta a Lisboa!

Ficou a vontade de voltar....:-D

domingo, 16 de março de 2008

Mini-Bragadas

Hoje fui experimentar parte do percurso do que dizem ser uma das maratonas mais duras da região de Lisboa: as Bragadas!

Fui ter com o Bytes à BP de Moscavide e depois ao Carvão, daí com a malta que lá ia ter, partimos em direcção ao Trilho do Trancão, onde no final do trilho nos iamos encontrar com o resto da malta... hoje eramos mais do que as mães... nem sei ao certo quantos!!! Muitas caras novas.....

A coisa até começou rolante, mas foi tendo as suas partes mais técnicas ao longo dos kms. Eu cheguei a apelidar a volta como "A volta da pedra", vá-se lá saber porquê!?!

A maioria das subidas até não tinha uma inclinação muito difícil, mas a progressão era complicada com as pedras que existiam.

As descidas.... também com bastante pedra à mistura... consegui fazer uma descida grandita com muita (mesmo muita) pedra e alguma inclinação sem desmontar, pelo que é um grande avanço!!! YEAH!!!


Estreei o meu pulsómetro novo numa volta de bike, e posso dizer que a FC max não ultrapassou as 163PPM e as Avg FC foi de 135PPM... muito catita!!! Até fiquei a saber que gastei cerca de 1593 calorias... claro que entretanto já as devo ter reposto, mas tudo bem!!! :-)

Aqui ficam os dados-resumo:
Km percorridos: 47,01
Tempo: 3:43:10
Média: 12,63

domingo, 9 de março de 2008

Dia NÃO em Monsanto

Como não pedalava a sério desde a Maratona do Cartaxo, e ontem a Arrábida não foi tão leve como o esperado, hoje custou levantar para o combinado passeio em Monsanto com saída directa de casa a pedalar....

A Andreia e o André vieram ter comigo a casa, e o dia não começou bem, esquecemo-nos de n coisas antes de arrancar, desde o meu conta-km e as minhas luvas, sendo q só dei conta q não as tinha calçado quando comecei a pedalar... correu bem, portanto!!!

Pedalámos por entre as tendinhas da Feira do Relógio e encontrámo-nos com o Pacha na Rotunda da RTP.... aí, a chuva resolver dar um ar da sua graça, vá lá que não passou daí!!!

Com a chegada do Rebelo e do Luís arrancámos até ao Relógio, onde estava o Lúcio e o Vitinha, chegando depois o Dino e o Hélder, na Alameda das Universidades esta a Carla, o Jaime, a Tânia e o Miguel....

Foi um tirinho até Monsanto... aí o Jaime foi encarnado por um mafarico qualquer, uma vez que só nos punha a fazer trilhos demoníacos (ou maníacos), subidas loucas e a minha primeira à frente sem entrar... muito a pé andei eu hoje!!!

Depois as descidas não eram melhores, inclinações jeitosas, regos e muita pedra, podémos ver hoje o que é que as chuvadas de Fevereiro fizeram a Monsanto....

Mas fizemos singles catitas, e passámos por zonas que nem sonhei que existissem!!! Ah, é verdade, ganhámos um elemento em Monsanto, alguém me explica, como, quando e quem?


Mas o facto de nos últimos fins-de-semana não ter conseguido pedalar fez-se notar hoje, com os músculos a queimarem e comigo a desistir muitas mais vezes do que o costume, até já me irritava a mim própria.... a dor!


No final descemos por Belém (granda descida), e viemos sempre junto ao rio, com o rastaparta do vento de frente, o sacana!!!


Chicks & Canyons

Despedimo-nos de alguns companheiros em Xabregas, e os restantes foram dar ao pastél na Gare do Oriente!

Depois das despedidas finais, foi sempre a subir até casa, no final já me arrastava... Que grande sesta que eu dormi à tarde!!! ;-)

Aqui ficam os dados-resumo:
Km percorridos: 44,57km
Tempo: 3:31:26
Média: 12,65

III PedalaDelas - Dia Internacional da Mulher - Arrábida

Desta vez pedalou-se....

Por volta das 8h45, começaram a juntar-se cada vez mais bikes no largo das bombas da Sacoil em Azeitão. Até os escuteiros do Beato eu encontrei em Azeitão e depois no meio da serra.... um espectáculo! :-)

Contas feitas, eramos muitos, começámos com 10 meninas, eu, a Cristina (CMarques), a Carla (carlabeato), a Ana (naani), a Beta, a Carina, a Corina (Gaija), Helga, Maria João e Vanda (se não estou em erro), mas perdemos logo uma no final da primeira subida (força maria joão para a próxima vais conseguir ir até ao fim)! Mas o grupo era grande mas bastante simpático, os trilhos tornaram-se numa festa, há quem diga que as mulheres falam muito... não percebo porquê!

Trilhos fantásticos, algumas subidas que elevaram a dificuldade do passeio para os menos preparados, mas uma vista fabulosa da Serra e mais tarde das Varandas... uma imensidão de mar!!!



No final, a Loka e o Loko esperavam-nos com bolinho de chocolate e moscatel, para se desculparem da balda que deram... ah e tal, o despertador! ;-)

Fica aqui o agradecimento aos À Borliu, e ao inexcedível Carlos (penatabua), aos restantes homens que nos acompanharam e ao Henrique que com apenas 9 anos teve totalmente à altura deste passeio!!! Claro, e a nós mulheres fantásticas cheias de garra para enfrentar os trilhos... ;-)

Fica aqui o fantástico vídeo realizado pelo Pedro (pmtb) que mostra um cheirinho do que foi este nosso passeio:


As minhas fotos em:
III PedalaDelas


Aqui ficam os dados-resumo:
Km percorridos: 29,58km
Tempo: 2:37:41
Média: 11,25

quinta-feira, 6 de março de 2008

Finalmente o jersey do FórumBTT



Cá está ele... Catita, não? Pronto a ser encomendado por toda a gente!!!

Acho que há grandes probabilidades de existir uma edição especial PedalaDelas... ;-)